Palmas, Tocantins -
Após protesto dos moradores

Prefeitura de Tocantinópolis manterá escolas dos povoados Mumbuca e Passarinho

A notícia do fechamento das escolas causou reação dos moradores da zona rural, que chegaram a fazer um abaixo-assinado para entregar ao Ministério Público Estadual, pedindo a continuidade das aulas
- Atualizada em
Aulas em escolas de povoados serão mantidas Foto: Dirceu Leno

A prefeitura de Tocantinópolis realizou, nesta semana, reuniões com os moradores dos povoados Passarinho e Mumbuca, localizados na zona rural do município e anunciou que manterá as atividades nas unidades de ensino. A notícia do fechamento das escolas causou reação dos moradores da zona rural, que chegaram a fazer um abaixo-assinado para entregar ao Ministério Público Estadual, pedindo a continuidade das aulas nas escolas. A decisão de fechar as unidades teria sido tomada para diminuir as despesas municipais.

 

“Por apresentarem baixa demanda de alunos, cogitou-se o fechamento das Escolas Municipais Rawlison Aguiar da Silva (Povoado Mumbuca) e 7 de Setembro (Povoado Passarinho). Nessas escolas, o número de estudantes em salas multisseriadas predominam e por esta razão, o Poder Executivo anteviu a suspensão temporária das atividades nestas unidades nos respectivos povoados”, justificou a prefeitura de Tocantinópolis.

 

Ainda conforme a gestão, a Secretaria Municipal de Educação e Cultura ouviu o pedido da comunidade para manter as aulas e solicitou aos pais dos alunos que continuem com as crianças matriculadas nas unidades. “O Governo Municipal ressalta que, em permanecendo o déficit no número de alunos na comunidade escolar dos Povoados, manterá a decisão da suspensão do funcionamento das escolas no próximo ano, conforme apregoa o sistema estadual de matrículas, onde prevê, de acordo com o procedimento de matrículas, o número mínimo de 15 alunos por turma, caso contrário, as turmas serão multisseriadas. Sendo que o município já vem sendo solicitado a cumprir esse percentual”.

 

(Com informações da Ascom Prefeitura)