Estado
06/08/2013 17h32min
Concurso da PM
MPE pede suspensão do exame de aptidão física do concurso da Polícia Militar
Segundo promotor, consta que candidatos que prestaram o concurso e ficaram para segunda chamada foram avaliadores nessa etapa do certame
Autor: Denise Soares - Ascom

O Ministério Público Estadual (MPE), por meio da 28ª Promotoria de Justiça de Palmas, ajuizou nesta terça-feira, 06, Ação Civil Pública (ACP) com pedido liminar para que a Justiça obrigue o Estado do Tocantins a suspender a segunda etapa do Concurso da Polícia Militar, referente ao exame de aptidão física.

De acordo com o Promotor de Justiça Adriano Neves, consta que candidatos que prestaram o concurso e ficaram para segunda chamada foram avaliadores nessa etapa do certame. Além disso, as avaliações dos candidatos estariam sendo feitas por pessoas não capacitadas, ou seja, alunos de educação física, quando deveriam ser realizadas por profissionais com habilitação plena nessa área, devidamente registrados no Conselho Regional de Educação Física (CREF), tal como especificava o edital do concurso. Ressalta-se que os estagiários examinadores detinham poder de veto, julgando se o candidato estava apto ou inapto para o exercício da função pretendida.

Após ser noticiado desses fatos, por meio de denúncia, o MPE requisitou ao Comando Geral da Polícia Militar a relação dos profissionais e auxiliares que participaram da realização do exame de capacidade física dos candidatos, com seus respectivos números de registro no CREF. Ao fazer o cruzamento das informações da equipe responsável com a lista de candidatos da prova objetiva, verificou-se que candidatos aprovados na prova objetiva atuaram como auxiliares no exame de capacidade física dos demais candidatos.

A ACP ressalta que houve ofensa aos princípios administrativos da legalidade, moralidade e impessoalidade. Diante disso, além de requerer liminarmente a suspensão da convocação de candidatos do teste de aptidão física, solicita a nulidade da segunda etapa do concurso e que a Consultoria e Planejamento de Administração Pública Ltda (Consulplan), empresa contratada, seja obrigada a convocar os aprovados na prova objetiva para realização de novo Exame de Capacidade Física.

 

Tags: MPE TO, Tocantins, concurso público, concurso pm, suspensão de concurso

2

 
Preencha seu comentário abaixo!
( Faltam caracteres )
 

Escolha uma das opções abaixo para comentar:
  Exibir todos comentários (2)
   
FREDERICO FERREIRA FUNK - 07/08/2013 08:51:15
ÊÊÊ MEU TOCANTINS, DE NOVO ESTAMOS ENVOLVIDOS EM CONCURSOS COM IRREGULARIDADES, SERÁ QUE A CONSUPLAN ACHOU QUE NO TOCANTINS SÓ TEM TOLOS, E O PRESIDENTE DA COMISSÃO DO CONCURSO, QUAL A EXPLICAÇÃO QUE DARÁ, SE FOR VERDADE AS GRAVES ACUSAÇÕES DO MP, E A PM COMO FICA COM ESTA VERGONHA DE REALIZAR UM CONCURSO COM ESTAS IRREGULARIDADES?.
 
   
Vinícius Laguna da Fontoura - 06/08/2013 20:07:19
Se investigarem um pouco mais vão achar mais irregularidades. Fiquei impressionado com a correção das redações, pois o índice de reprovação foi quase 0. Gostaria de saber qual o critério das notas atribuídas.
 
 
 
Clique Aqui para Ver Todas Notícias em "Estado"
Cadastro
 
 
Classificados
Laje Corporativa, Espaço Médico Empresarial - 401 Sul
VAGAS SINE PORTO NACIONAL - 11 - Fevereiro - 2015
Aluga-se apartamento 208 Sul (Residencial Por Sol ) Valor R$ 1.300,00 condomínio incluso.
 
 
 
As mais lidas
   
 
    Na Assembleia Legislativa
25/02
11h19
  Na Assembleia clima esquenta entre Mourão e Eduardo Siqueira em torno de decreto
4834 acessos
 
 
    Discussão na AL
25/02
17h07
  Mourão diz que intenção real de deputados é impeachment do Governador
4440 acessos
 
 
    No Palácio Araguaia
23/02
09h42
  Policiais civis reclamam de agressão de oficiais: Casa Militar defende conduta
3414 acessos
 
 
    Greve
24/02
14h38
  Com resposta insatisfatória do Governo, Polícia Civil entra em greve nesta 4ª
3362 acessos
 
 
    Plano de Recuperação
23/02
14h39
  Governador abre diálogo com Sindicatos e é taxativo ao falar de culpados
3184 acessos
 
 
    Investigação
26/02
18h50
  DHPP conclui inquérito e indicia marido da Heidy Aires por homicídio qualificado
3137 acessos
 
 
    Ataques
01/03
11h31
  Mais um ônibus é incendiado em Palmas; facção criminosa assume autoria de ataque
2931 acessos
 
 
    Assembleia Legislativa
27/02
16h49
  Base de Marcelo Miranda entrará março com reforço de Ricardo Ayres
2449 acessos
 
 
    Assembleia Legislativa
24/02
16h57
  Insatisfeito com Valdemar, Bonifácio deixa CCJ e Eduardo Siqueira o substitui
2164 acessos
 
 
    Opinião
26/02
17h00
  A imperiosa necessidade de manter viva a esperança
2093 acessos
 
 
     
Rodapé
 
T1 Notícia ENDEREÇO:
Ed. Nakashima, 108
Norte, Av. Lo 04, N. 12,
Sala 103, Palmas-TO

FONE: (063) 3224-8117
Compartilhar Facebook Twitter Google Plus Rss