Palmas, Tocantins -
19ª edição da Agrotins
2.026 visualizações

Carlesse institui "Programa Mais Genética Tocantins" e renova convênio com Embrapa

A solenidade foi realizada na sala de reuniões do gabinete do governador instalado no Portal Central, no Parque Agrotecnológico de Palmas.
- Atualizada em
Decreto assinado institui a Política Estadual de Melhoria da Qualidade Genética Esequias Araújo

O governador do Tocantins, Mauro Carlesse (PHS), acompanhado do secretário da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), César Halum, e o secretário da Casa Civil, Rolf Costa Vidal,  assinou decreto que institui a Política Estadual de Melhoria da Qualidade Genética dos Rebanhos, o Programa Mais Genética Tocantins, na tarde desta terça-feira, 7, na Feira Agrotecnológica do Tocantins (Agrotins 2019).

 

A solenidade foi realizada na sala de reuniões do gabinete do governador instalado no Portal Central, no Parque Agrotecnológico de Palmas. Também estavam presentes representantes de entidades do segmento produtivo e agropecuaristas.

 

O Programa Mais Genética Tocantins tem como finalidade promover a melhoria da qualidade genética dos rebanhos pecuários e o fortalecimento das cadeias produtivas da carne e do leite, por meio da união de instituições públicas e particulares ligadas ao segmento. A iniciativa visa beneficiar, prioritariamente, os pequenos e médios produtores esforços rurais, além de suas entidades representativas.

 

Além desses objetivos, o programa viabilizará a difusão de inovações tecnológicas, estímulo a utilização de reprodutores, matrizes e material genético com qualidade, para o melhoramento dos rebanhos. As ações serão desenvolvidas por meio de ferramentas de gestão, como o Pró-Genética, Pró-Fêmeas, Pró-Sêmen e Pró-Embrião.

 

Segundo o governador Mauro Carlesse, o Mais Genética Tocantins é fundamental para o melhoramento do rebanho tocantinense. “Com essa política que o governo está implantando vamos dar melhores condições para os nossos produtores competirem nesse mercado extremamente importante para a economia do Estado. O que queremos é oferecer um produto com mais qualidade e nem sempre o produtor tem acesso à tecnologias mais avançadas. E nossa função é essa enquanto governo, criar as políticas que vão facilitar a vida do produtor e gerar desenvolvimento”, disse.

 

O secretário da Agricultura, Pecuária e Aquicultura, César Halum, ressaltou que o decreto é muito importante porque coloca o Tocantins como um Estado à frente num projeto de melhoramento que procura aprimorar o seu rebanho e reunir esforços de todas as entidades envolvidas no setor da pecuária de corte e leite. “Além disso, por meio do programa pretendemos abrir linhas de crédito com juros mais baixos para fazer um programa de retenção de fêmeas para aumentar nossa população bovina”, disse.

 

Para o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Leite (Abraleite), Geraldo Borges, o programa servirá como modelo para os demais estados brasileiros porque é um incentivo a ações voltadas à melhoria genética do rebanho tocantinense, envolvendo todos os estágios do sistema produtivo, adotando práticas de outras ações institucionais já disponíveis. "É um programa que abraça todas as áreas necessárias para a expansão genética do rebanho. E se o governo está disposto a ajudar essa iniciativa com certeza vai se traduzir com ganho de produção", afirmou.

 

Embrapa

 

O Governo do Tocantins prorrogou convênio de cooperação técnica com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) por um período de cinco anos. O convênio viabiliza o prosseguimento de pesquisas científicas e desenvolvimento tecnológico em parceria entre a Embrapa e órgãos ligados ao governo do Tocantins, como Seagro, Ruraltins, Unitins e Secretaria do Meio Ambiente.