Palmas, Tocantins -

Política


Diário Oficial
1.573 visualizações

Ex-deputado Constituinte Gerival Aires é exonerado da Ageto

A demissão foi publicada no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira, 6, sem nenhuma justificativa.
- Atualizada em
Descrição: Gerival Aires Lincoln Filho/Governo do Tocantins

O ex-deputado Constituinte do Tocantins Gerival Aires Negre foi exonerado do cargo de Diretor de Operações e Conservação Rodoviária, da Agência Tocantinense de Transportes e Obras - AGETO. A demissão foi publicada no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira, 6, sem nenhuma justificativa. 

 

A reportagem do T1 conversou com Gerival, mas ele foi sucinto: “sem nenhuma mágoa ou rancor;  são mudanças que a estrutura governamental julga necessária para adequar a sua gestão a alguma prerrogativa política” disse.

 

Gerival Aires foi o mentor do projeto de engenharia desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio da equipe técnica da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), para solucionar o problema dos bolsões de areia existentes em diversos pontos das rodovias estaduais da região do Jalapão.

 

O projeto chegou a ser iniciado, com a utilização de uma malha de pneus intertravados com cordas de seda para estabilizar os pontos críticos da rodovia, uniformizando a via e melhorando a trafegabilidade. 

 

“A intenção do projeto é utilizar a matéria-prima, que geralmente é descartada e que tem boa durabilidade, para resolver o problema do tráfego na região até que sejam finalizados os projetos para pavimentação dos trechos”, ressaltou.

 

A solução – explica ele – foi pensada com objetivo de substituir a necessidade de cascalho e de ser uma forma sustentável de beneficiar as estradas do Jalapão. “A região é muito pobre nesse tipo de material, além disso, a extração de cascalho não é vantajosa, pois se trata de uma área ambiental”, acrescentou. 

 

 Ao todo, foram identificados 100 pontos críticos acometidos pelo problema dos bolsões de areia. O levantamento foi realizado nos trechos das rodovias TO-030, TO-110 e TO-255, que cortam a região.