Palmas, Tocantins -

Política


Política na Capital
685 visualizações

Lideranças da Executiva do PSB em Palmas deixam partido e vão com Barbiero no Podemos

Um total de 15 membros, 11 anunciaram que deixam a Executiva do diretório metropolitano do partido socialista para migrar para o Podemos.
- Atualizada em
Reprodução

O PSB do ex-prefeito Carlos Amastha perde alguns membros no cenário político palmense, uma grande maioria dos que tomavam decisão pelo partido na Capital. De um total de 15 membros da Executiva Municipal, 11 deixam o Diretório Metropolitano do partido socialista para migrar para o Podemos, em um movimento de acompanhar o ex-reitor da UFT Alan Barbiero em seu novo projeto político, que é disputar a prefeitura da Capital. 

 

Desses 11, cinco são pré-candidatos a vereador: vice-presidente, Eliane Soares; Primeiro-secretário, Tomaz de Aquino; o Secretário de Assuntos Institucionais, Lázaro Gomes; a Secretária de Mobilização, Kalene Cardoso e o Conselheiro Fiscal Antônio Santos. "Trata-s de um grupo que sempre nos ajudou a dar uma identidade programatica ao partido; formuladores de politicas e que ajudaram a fazer os últimos planos de governo do PSB", lembra.

 

Segundo Barbiero, mais de 200 filiados do PSB que devem seguir para o Podemos até o próximo mês de março. 


Completam a lista atual o Secretário de Finanças, Hider Cordeiro; o Secretário de Formação Política, Murilo Marcolino; e Secretário de Política Agrária, Zezuca Pereira.

 

Seguem fileira com o ex-reitor lideranças políticas e acadêmicas consideradas importantes que construíram a identidade programática do PSB em Palmas:  Neilton Araújo, médico que já foi vice-presidente do PSB do Tocantins, além de secretário de Saúde de Palmas e coordenador da implantação do curso de Medicina da UFT.

 

Waldecy Rodrigues, doutor em Economia, pesquisador e analista econômico sobre o Tocantins, esteve à frente da formulação do Plano de Governo da reeleição de Amastha em 2016 e do Plano de Governo Estadual em 2018, além de ter integrado a direção estadual do PSB.

 

Aurélio Picanço, doutor em Meio ambiente e Saneamento, também foi membro da direção estadual do PSB, foi diretor eleito da UFT, Câmpus de Palmas, por dois mandatos e é pré-candidato a vereador.

 

E George França, doutor em Educação, foi pró-Reitor de Extensão e Cultura da UFT, diretor eleito da UFT, Câmpus de Porto Nacional, por dois mandatos e também colaborou com Plano de Governo PSB, em 2018.