Palmas, Tocantins -

Política


PTB aberto a Carlesse
992 visualizações

Andrade convida Carlesse e Wanderlei para integrarem o PTB e disputarem a eleição

Governador e vice estão sem filiação partidária no momento. Por capital político para as majoritárias de 2022, algumas siglas, como o PTB, se movimentam pela filiação dos chefes executivos
- Atualizada em
Aldemar Ribeiro/Governo do Tocantins

Com a saída declarada de Mauro Carlesse do Democratas, o cenário político partidário do Tocantins está focado na futura filiação do governador do Estado. O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) no Tocantins, presidido pelo deputado e também presidente da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, Antonio Andrade, pode ser o destino de Carlesse.

“Estamos de portas abertas para receber todos os líderes políticos do Estado do Tocantins no PTB, em especial o governador, a maior liderança do nosso Estado”, disse Andrade ao T1 Notícias na manhã desta terça-feira, 6, quando questionado sobre uma possível filiação de Mauro Carlesse.

Antonio Andrade declarou o interesse de que não apenas o governador, mas também o seu vice, Wanderlei Barbosa, passem a compor o quadro do PTB. “Nós queremos no PTB, inclusive o vice-governador, que está sem partido também, e estendo esse convite, para que possa vir se filiar ao PTB”, disse.

Para Andrade, as filiações dos atuais governador e vice, viria “para fazer do PTB o partido mais forte do Tocantins”.  O deputado considera que a filiação de ambos durante a atual Legislatura, marcada pela relação de parceria entre Assembleia Legislativa e Poder Executivo, poderia impulsionar o crescimento do PTB no cenário local.
 
“Quero deixar claro meu orgulho de deixar em aberto o PTB, partido que ajudamos a crescer em mais de 100% no Tocantins, em todas as regiões e em todos os cargos disputados”, conclui o deputado.