Palmas, Tocantins -

Cidades


Insegurança
543 visualizações

Sem policiamento, moradores de Taquaruçu relatam aumento de furtos nos últimos dias

Comerciantes e moradores de Taquaruçu vêm sofrendo com roubos frequentes. Eles denunciam, também, que o bairro está sem policiamento e a delegacia do local não faz B.O.
- Atualizada em
Descrição: Em Taquaruçu, moradores sofrem com constantes furtos Divulgação

Comerciantes e moradores de Taquaruçu relataram ao Portal T1 Notícias que estão sofrendo com a falta de segurança e que frequentes roubos estão deixando todos do Distrito assustados. Eles denunciam, também, que não há policiamento e a delegacia do local não está fazendo Boletim de Ocorrência (B.O.).

 

Dentre os relatos, um estudante, que não quis se identificar com medo de represálias, disse que teve sua casa invadida por duas vezes, somente nesta última semana.

 

Na primeira, que aconteceu no dia 16 de maio, o estudante afirmou que os ladrões levaram uma TV, uma mochila com pertences pessoais e R$ 900 em dinheiro. Já na segunda, ocorrido na noite de ontem, 23, os meliantes não conseguiram entrar.

 

Também no dia 16, como descrito pelo estudante, ladrões entram na casa do vereador de Palmas, Marilon Barbosa. “Levaram tudo da casa dele”, afirmou o estudante ao Portal T1.

 

Ainda de acordo com ele, alguns de seus pertences e do vereador foram encontrados na manhã desta quarta-feira, 24, por moradores da região em uma área de mato na entrada de Taquaruçu, sentido Taquaralto.

 

Casos de furtos a estabelecimentos comerciais e a residências têm aumentado nos últimos dias de forma que está deixando os moradores acuados. “A população de Taquaruçu está assustada, não sabe mais o que fazer. Todos os dias estão tendo furtos aqui. Todos os dias.”, enfatizou o estudante, revoltado com a situação.

 

Uma comerciante de Taquaruçu, também conversou com a reportagem e pediu para não ser identificada, contou que durante este mês, sofreu duas vezes tentativas de furtos à sua casa enquanto estava trabalhando. “Destelharam a casa e tentaram entrar. Cheguei na hora”, relatou a moradora que surpreendeu os bandidos.

 

De acordo com a comerciante, ela conhece mais de sete pessoas que foram assaltadas em Taquaruçu nas duas últimas semanas. “Taquaruçu está em uma posição que toda semana está tento roubo, está muito perigoso por aqui. Falta policiamento no bairro. Tanto durante o dia quanto à noite. Não podemos fazer nada, pois não temos proteção nenhuma. Nem a Delegacia que funciona” desabafou.

 

Sem registro de B.O.

 

Segundo ela, o que agrava ainda mais a situação, é que a 6ª Delegacia de Polícia Civil, localizada em Taquaruçu, não está em pleno funcionamento. Demandando que as vítimas precisem ir até a 5º DP, em Taquaralto, para realizar o Boletim de Ocorrência (B.O.).

 

Na entrevista de ambos ao Portal T1, eles ressaltaram que tiveram que ir até Taquaralto para registrar os Boletins. “Os moradores já estão acostumados a reclamarem na delegacia local e nunca encontrarem ninguém para realizar o B.O. Daí eles acabam deixando para lá” contou a comerciante.

 

Os dois comentaram, também, que é de conhecimento de todos do Distrito quem são as pessoas que atuam nos furtos às residências e aos comércios. “A gente sabe quem são os caras. A gente não pode fazer nada” expôs o estudante.

 

Resposta da SSP

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) enviou uma nota no final dessa tarde afirmando que “a 6ª Delegacia de Polícia Civil, localizada na Praça Joaquim Maracaipe - Centro, no distrito de Taquaruçu, está em pleno funcionamento”.

 

Veja a nota na íntegra:

 

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) informa que não compete à Polícia Civil o policiamento ostensivo, mas apenas as funções de polícia judiciária de apuração/investigação e elucidação de crimes por meio de Inquéritos Policiais e outros procedimentos previstos em lei.

                

Igualmente informa que a 6ª Delegacia de Polícia Civil, localizada na Praça Joaquim Maracaipe - Centro, no distrito de Taquaruçu, está em pleno funcionamento, sob a responsabilidade do Delegado de Polícia Civil Gilson Sousa Silva, Titular daquela Unidade Policial e que o mesmo conta ainda com  três Agentes de Polícia Civil, estando, dessa forma, apta a realizar todos os procedimentos  pertinentes à Polícia Civil.