Palmas, Tocantins -

Ação Parlamentar


Termo de cooperação
374 visualizações

Andrade assina acordo para oferta de atendimento odontológico gratuito à população

Com a assinatura do termo de cooperação, a Assembleia repassou quatro unidades de consultório portátil ao ITPAC para a realização de atendimentos odontológicos gratuitos aos tocantinenses.
- Atualizada em
Joelma Cristina

Na manhã desta segunda-feira, 22, o presidente da Assembleia Legislativa, Antonio Andrade, assinou Termo de Cooperação Técnica com o Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos Porto S.A. (ITPAC), com objetivo de desenvolver projetos sociais voltados à prestação de serviços odontológicos.

 

Com a assinatura, a Casa fez o repasse, por 12 meses prorrogáveis, de quatro unidades de Consultório Portátil Odontológico para o instituto. Ao ITPAC caberá a realização de atendimentos de saúde odontológicos, a exemplo de orientação e higiene oral e de prevenção ao câncer de boca, radiografias, tratamento de cáries, lesões bucais e tratamento restaurador atraumático (ATR), dentre outros. O termo de cooperação não implica transferência de recursos financeiros entre as partes. 

 

“É uma grande satisfação contribuir para a saúde bucal dos tocantinenses, em especial da população carente de Porto, Palmas, de comunidades indígenas e quilombolas. A intenção é estender essa parceria de forma a beneficiar outras cidades do Estado”, afirmou Antonio Andrade.

 

Segundo Rodrigo Ventura Rodrigues, diretor do ITPAC de Porto Nacional, a parceria vai dar suporte ao programa de extensão da faculdade. “Vamos levar saúde bucal e manter o papel de responsabilidade social que compete a uma instituição de ensino superior”, concluiu.

 

Presentes à solenidade, os parlamentares Nilton Franco (MDB), Cleyton Cardoso (PTC), Amália Santana (PT) e Vanda Monteiro (União Brasil) atestaram a assinatura do convênio. Eles elogiaram a iniciativa de colocar a Aleto como intermediadora de serviços envolvendo a área da Saúde.

 

Bolsas de estudo

 

O deputado Cleyton Cardoso lembrou a existência de bolsas de estudo no ITPAC, em anos anteriores, e pediu aos diretores presentes que repensem a ideia de retomar a oferta a fim de facilitar o acesso à universidade. “As bolsas auxiliam no sonho de muitos estudantes, sem condições de pagar seu valor integral”, lembrou, por sua vez, Antonio Andrade.