Palmas, Tocantins -

Ação Parlamentar

Ver comentários
Acesso à educação

Deputada Dorinha acompanha recursos para 50 novas escolas no TO já em construção

Parte dessas escolas é destinada ao atendimento de alunos que residem na zona rural, assentamentos e regiões quilombolas.
- Atualizada em

Defensora da ampliação da rede de ensino público do Tocantins, a deputada federal professora Dorinha (Democratas/TO) está acompanhando junto ao Governo Federal e Municípios a liberação e aplicação de recursos para a construção de 52 escolas municipais no estado. As obras totalizam R$ 86.684.962,00 e mais de 90% dos convênios estão empenhados ou pagos. 

 

Parte dessas escolas é destinada ao atendimento de alunos que residem na zona rural, assentamentos e regiões quilombolas. Nesta terça-feira, 12, a prefeitura de Araguatins iniciou as obras de uma escola no assentamento Maringá, que atenderá cerca de 1000 famílias. A educação pública na região já foi destaque na imprensa nacional devido à falta de estrutura básica para atender os alunos do local.

 

 

“Essa escola é a realização de um sonho dos moradores do assentamento e áreas próximas. Hoje as aulas acontecem em uma sala da associação de moradores, fazemos tudo que podemos para que os alunos possam estudar, mas sabemos que todos têm direito a uma escola de verdade, com estrutura adequada e de qualidade. A deputada Dorinha está garantindo esse direito às famílias”, afirmou o prefeito do município Cláudio Santana. 

 

A deputada professora Dorinha defende que a facilidade de acesso é um fator determinante na eficiência da educação publica. “As famílias, principalmente as mais carentes, precisam do máximo de facilidade para manter as crianças e jovens estudando. Uma boa escola, perto de casa, garante que o direito a educação pública de qualidade para todos seja cumprido, mostrando a essas famílias que elas estão incluídas no processo e podem acreditar na educação como uma forma de mudar a realidade em que vivem”, afirmou. 

 

Origem dos recursos

 

Os recursos para a construção das escolas são do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), liberados por meio de gestão da deputada junto ao órgão. As escolas possuem uma das duas estruturas oferecidas pelo FNDE, de acordo com a necessidade apresentada por cada município. São escolas de 12 salas, com capacidade para atender até 780 alunos em dois turnos e 390 alunos em período integral ou escolas de seis salas com capacidade para atender até 360 alunos, em dois turnos e 180 alunos em período integral.