Palmas, Tocantins -

Ação Parlamentar

Ver comentários
Encontro em Brasília

Dorinha reúne líderes indígenas da Ilha do Bananal com presidente da Funai

Na audiência, foi solicitado ao presidente apoio para projetos na área de bovinocultura e habitação
- Atualizada em
Divulgação

m grupo com cerca de 30 representantes indígenas das etnias Javaé e Karajá da Ilha do Bananal foi recebido nesta terça-feira, 04, pelo presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), General Franklimberg de Freitas. Na audiência intermediada pela deputada federal Professora Dorinha (Democratas/TO) foi solicitado ao presidente apoio para projetos na área de bovinocultura e habitação.   

 

A comunidade indígena da Ilha do Bananal realiza desde 2008, sob a supervisão do Ministério Público Federal e Funai/TO um projeto de bovinocultura, envolvendo cerca de 8 mil indígenas, que busca conciliar a atividade com a garantia de manutenção da posse da terra. O projeto tem previsão para encerrar no próximo ano e a comunidade busca apoio para a manutenção da atividade. 

 

O presidente da Funai afirmou que a sustentabilidade econômica dos povos indígenas é uma das prioridades do órgão e manifestou apoio integral a proposta. “Vamos caminhar juntos para a renovação ou qualquer outro instrumento que venha a possibilitar a continuação da geração de renda para vocês. A nossa orientação para a equipe técnica é que todo projeto que venha a gerar renda para o indígena seja imediatamente operacionalizado. Considerem essa pauta encaminhada”, afirmou o presidente ao grupo durante a reunião.

 

A deputada Dorinha enfatizou que acompanhará o processo junto a Funai para garantir agilidade. “Os projetos que promovam a sustentabilidade econômica dos povos indígenas nas suas áreas de origem, onde possam viver dignamente, preservando a cultura das etnias precisam do nosso apoio integral. Conheço de perto a realidade das aldeias do Tocantins e sei da relevância desse projeto para a Ilha do Bananal. Acompanharei o andamento dentro do órgão para garantir que a atividade seja mantida”, afirmou.  

 

Habitação

 

O presidente da Associação Natureza Viva Ilha do Bananal, Carlinhos Javaé, apresentou um projeto para a construção de 50 casas em uma das aldeias. “Temos muitos problemas com incêndios nas casas de madeira e palha e com a falta de recursos as famílias estão vivendo em situação precária. O projeto está pronto, com uma proposta de estrutura para as casas em que os índios contribuirão com a construção. Precisamos dos recursos e com o apoio da deputada Dorinha nós estamos confiantes que vamos conseguir”, afirmou.

Notícias sobre:

dorinha indígenas deputada funai