Palmas, Tocantins -

Ação Parlamentar


Palmas
253 visualizações

Fernando Rezende elogia trabalho do Conselho Municipal de Trânsito com relação ao custo da tarifa do transporte coletivo

Na sessão de terça-feira, 22, na Câmara Municipal o vereador Fernando Rezende (DEM), parabenizou o trabalho do Conselho Municipal de Trânsito. "O Conselho de Trânsito deu um exemplo de cidadania. Gostaria de deixar registrado nos anais desta ca...
- Atualizada em

A discussão sobre a tarifa do transporte coletivo de Palmas teve mais um dia de discussões na Câmara Municipal nesta terça-feira, 22. O vereador Fernando Rezende (DEM) usou a tribuna para parabenizar os trabalhos realizados pela câmara temática do Conselho Municipal de Trânsito. Para o parlamentar os estudos realizados foram precisos e contribuíram para a definição da tarifa.

“O Conselho de Trânsito deu um exemplo de cidadania. Gostaria de deixar registrado nos anais desta casa a competência do grupo através dos relatórios apresentados no último dia 16. A permanência da tarifa no valor de R$ 2,20 é uma vitória da população de Palmas, mas que teve a participação fundamental destes nobres representantes”, disse Rezende.

O vereador Democrata também ressaltou a precisão e a riqueza de detalhes do relatório apresentado pelo Dr. Waldir Yuri Daher Lopes da Rocha. Segundo a tabela do relator a tarifa deveria ser de R$1,91, menos do que sugerido pela prefeitura de Palmas. Outro ponto destacado por Fernando Rezende foi que a gestão do transporte coletivo da capital seja coordenada pelo município, e não pela Seturb. “Temos muitos exemplos de sucesso onde o poder público gere o sistema. Isso vai gerar uma economia significativa e uma redução de 6 a 9 centavos no valor da passagem”, confirmou o parlamentar municipal.

Faixa Azul

Ainda durante seu discurso Rezende disse que vai enviar uma proposta para a criação da faixa azul nos principais estacionamentos da capital. O motivo são os recorrentes transtornos causados pelo excesso de veículos nos “bolsões” paralelos à Avenida JK, que já geraram casos de violência e transtorno para os comerciantes da região. “A proposta não é criar mais um tributo. Queremos é organizar os estacionamentos dando uma maior rotatividade aos veículos. Aqueles que ultrapassarem um tempo estabelecido pagarão uma taxa por ocupar um local público de alta rotatividade”, disse Rezende.

A proposta do parlamentar é que instituições filantrópicas assumam a gerência dos estacionamentos, dando um caráter de responsabilidade social ao processo. “Tenho recebido muitas reclamações de comerciantes que não conseguem receber os clientes com tranqüilidade”.

Requerimentos

Durante a sessão desta terça-feira, 22, foram aprovados cinco requerimentos de autoria do vereador Fernando Rezende que tratam de poda de árvores, retirada de galhadas, limpeza de áreas públicas, iluminação e instalação de quebra molas nas quadras 305 N, 403 N, 405 N e 407 N. (Da Assessoria)