Palmas, Tocantins -

Ação Parlamentar

Ver comentários
Na Câmara

Iris Rezende recebe Título de Cidadão Palmense; PL foi de autoria de Diogo Fernandes

De autoria do vereador Diogo Fernandes, grande admirador da trajetória política de Rezende, o Projeto de Lei da homenagem foi apresentado e aprovado por unanimidade pelos vereadores.
- Atualizada em
Vereador conduziu homenagem a Iris Rezende Mariana Ferreira/Câmara Municipal

Em sessão solene na Câmara Municipal de Palmas nesta quinta (30), o prefeito de Goiânia, Iris Rezende, recebeu o Título de Cidadão Palmense. De autoria do vereador Diogo Fernandes, grande admirador da trajetória política de Rezende, o Projeto de Lei da homenagem foi apresentado e aprovado por unanimidade pelos vereadores.

 

De importância ímpar na história da política, o prefeito tem ligação importante com a história do Tocantins: quando governador de Goiás, Iris desempenhou seu trabalho em relação ao desenvolvimento do norte do Estado, hoje o Tocantins. Como Ministro da Agricultura, em meio a uma grave crise econômica nacional, deu uma importante participação da região em sua gestão, quando o país quebrou o recorde de produção de grãos por dois anos consecutivos, tornando Rezende assim, um grande exemplo de força política.


Foi eleito vereador e deputado estadual com votações expressivas registradas na história de Goiás, assumindo a presidência da Câmara Municipal e da Assembleia Legislativa; eleito governador duas vezes; representou o estado de Goiás no Senado Federal e no último ano disputou pela quarta vez a prefeitura da capital e foi eleito com mais de 100 mil votos de frente.

 

Autor do Projeto de Lei


Grande inspiração para o vereador Diogo Fernandes, Iris Rezende durante seus mandatos implantou o regime de mutirões, construiu obras com a participação popular e chegou a erguer mil casas em um único dia, mostrando a importância da Habitação em suas gestões, fato evidenciado na fala do parlamentar, que tem nesta área uma grande frente de atuação.


“Estamos recebendo aqui na Câmara Municipal uma pessoa para nos espelhar e buscar experiência para aplicar aqui no nosso Estado”, pontuou Fernandes, “que possamos buscar na sua figura a inspiração para novas gerações políticas, principalmente em um momento que a classe está tão desgastada e descreditada, pois com todo esse tempo consegue ser um exemplo para todos nós” finalizou o vereador.

 

Governador presente


O Governador Marcelo Miranda participou da sessão solene e esteve presente na recepção do ex governador, evidenciando a importância do momento que a Casa proporcionou na história do Tocantins.


“O momento é de nos unirmos pelo Brasil e pelo nosso Estado” ressaltou o governador, “o senhor chega em um bom momento para mostrar que a idade não é empecilho para ninguém prosseguir em qualquer projeto político ou social” disse em discurso emocionado que retomou a história e trajetória política de Iris Rezende.

 

Emocionado


Homenageado pela casa, o prefeito se mostrou comovido pela concessão do Título de Cidadão Palmense e as honrarias recebidas. “Nunca recebi uma homenagem tão tocante em minha vida” agradeceu emocionado ao vereador Diogo Fernandes e autoridades presentes.


Em coletiva de imprensa e em seu discurso, o gestor goiano destacou a importância da consciência do voto e do valor da democracia em relação ao bem estar de uma cidade.
“Precisamos estar dispostos a mudar os caminhos da realidade da política nacional” frisou Rezende durante sua fala. “Não existem indicações de generais hoje, os representantes são escolhidos pelo povo”.


Realizado por ter apoiado a criação do Estado, lembrou que acompanhou as lutas e conquistas dos tocantinenses e se mostrou feliz por estar testemunhando o desenvolvimento da nova capital.

 

Solenidade


A solenidade contou com uma comitiva que recebeu Iris Rezende no Hangar do Estado e o acompanhou após a sessão em um almoço que contou com a presença de lideranças tocantinenses, incluindo vereadores, deputados estaduais, e secretários de governo. Devido à agenda, logo após o almoço Iris Rezende precisou retornar a Goiânia.