Palmas, Tocantins -

Ação Parlamentar


Reunião com ministros
60 visualizações

Tiago Dimas busca apoio do governo para unidade feminina da Comunidade Vida Nova

Deputado federal e vice-prefeito de Araguaína têm encontros com Damares Alves e João Roma; parlamentar também pede respaldo para projeto que favorece os autistas
- Atualizada em
Jeremias Alves

O deputado federal Tiago Dimas (Solidariedade-TO) e o vice-prefeito de Araguaína, Marcus Marcelo (PL), em reuniões nesta terça-feira, 21 de setembro, com a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, e com o ministro da Cidadania, João Roma, pediram apoio do governo federal para a construção de uma unidade feminina da Comunidade Terapêutica Vida Nova, em Araguaína. O deputado e o vice-prefeito - que representava o prefeito Wagner Rodrigues (Solidariedade) - estavam acompanhados dos diretores-fundadores da Comunidade - o pastor Wagner Enoque e o professor Amado Batista.
 

À ministra Damares, que foi recebida no próprio gabinete do deputado federal na Câmara, Tiago Dimas detalhou a importância de Araguaína para o Estado e mostrou como trabalha a Comunidade Vida Nova. Hoje, a instituição atende cerca de 40 pessoas com trabalho terapêutico de recuperação do vício das drogas. O único repasse público vem por meio da prefeitura do município. “Essa entidade foi instalada em uma área que estava abandonada. O trabalho social que faz é de amplo sucesso”, explicou Tiago Dimas. Com documentos e um relatório, a instituição reforçou os argumentos, mostrando o bom trabalho realizado.
 

O projeto da unidade feminina já está pronto: foram feitos os estudos técnicos, o mapeamento, a projeção e até projeto de engenharia. O valor necessário é de quase R$ 2 milhões. Além disso, a comunidade terapêutica possui uma área de 215 mil metros quadrados, com espaço suficiente para a construção da unidade feminina e separada da masculina. “Já está bastante avançado. Havendo a disponibilidade dos recursos, a proposta pode ser cadastrada amanhã mesmo”, explicou Tiago Dimas, ao elogiar todo o levantamento técnico do projeto.
 

Os mesmos argumentos também foram passados para o ministro da Cidadania, João Roma, em reunião na sede da pasta. Embora tenham destacado as dificuldades orçamentárias, ambos os ministros elogiaram a iniciativa e o projeto. Os dois disseram que o atendimento às mulheres com necessidade de recuperação é uma prioridade do governo e, por isso, o projeto deve ser apoiado. João Roma, inclusive, sinalizou com um apoio financeiro parcial para a obra e pediu para que o deputado o procurasse após o fechamento total do Orçamento – daqui a cerca de 30 dias.
 

“Estamos empenhados, eu e o prefeito Wagner Rodrigues, em ampliar o tratamento de dependentes químicos em Araguaína. Esse é um projeto que deu muito certo e precisa ser ampliado. Araguaína é uma grande cidade e essa instituição atende inclusive pessoas de outras cidades. Nós só temos a agradecer ao deputado Tiago Dimas pelas duas agendas com os ministros aqui em Brasília. Tenho certeza que os ministros se deram conta do excelente trabalho realizado pela Vida Nova e nós vamos conseguir o apoio para implantar a unidade feminina”, destacou Marcus Marcelo.
 

Wagner Enoque elogiou a parceria da gestão municipal e o empenho de Tiago Dimas. “Tivemos dois encontros muito proveitosos com os dois ministros. Vamos seguir trabalhando para que a unidade feminina possa ser implantada em Araguaína e agradeço ao deputado pela agenda, bem como ao prefeito Wagner e ao vice Marcus Marcelo por nos apoiar. Nós precisamos muito disso e creio que convencemos o governo federal da importância de termos essa unidade”, frisou o diretor-fundador da instituição.

 

Comitiva pede agilidade em liberação de repasses de custeio

 

Além da busca de apoio para a unidade feminina, a Comunidade Vida Nova, o deputado e o vice-prefeito cobraram agilidade no repasse de recursos de custeio do Ministério da Cidadania. Selecionada em edital público da pasta, a entidade ficou na posição 139ª no certame. Todos os selecionados têm direito a receber quase R$ 1,2 mil mensais por cada pessoa atendida. Na reunião com João Roma, a comitiva tocantinense questionou quando que o contrato será assinado para que o dinheiro comece a chegar à entidade.

 

Segundo o ministro e a sua equipe, pelo calendário de execução desses repasses, a Vida Nova deve começar a receber os recursos ainda este ano. Com 40 assistidos, a entidade receberá pouco mais de R$ 45 mil por mês.

 

Respaldo do governo para projeto que favorece autistas

 

Nos dois encontros, Tiago Dimas pediu que o governo respalde o projeto 1712/2019, de autoria do deputado, que favorece os autistas de todo o país. Já aprovado por unanimidade na Câmara, a proposta tramita na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado. Na prática, o projeto obriga os governos (em todas as esferas) a apoiar políticas públicas efetivas que ajudem os autistas.
 

O projeto foi inspirado na clínica-escola Mundo Autista, de Araguaína. Instituição modelo, ela une todos os cuidados de saúde e psicológicos necessários para as crianças do espectro autistas, aliada à educação. “Infelizmente, o Brasil tem só umas quatro clínicas-escolas como a de vocês em Araguaína. Precisamos muito mais em todo o Brasil”, frisou Damares, ao garantir que apoia, sim, o projeto.