Palmas, Tocantins -

Agenda Cultural

Ver comentários
Neste sábado

Cine Cultura exibe Mormaço; em seguida debate com a diretora do filme

Após a exibição, haverá debate com a diretora e mediação do cineasta André Araújo. Os ingressos estão à venda na bilheteria do cinema das 16 às 21 horas
- Atualizada em
Mormaço Divulgação

Mormaço, primeiro longa-metragem solo de Marina Meliande, terá uma sessão especial em Palmas, no próximo, sábado, 25, no Cine Cultura, às 20 horas. Após a exibição, haverá debate com a diretora e mediação do cineasta André Araújo. Os ingressos estão à venda na bilheteria do cinema das 16 às 21 horas.  A exibição faz parte da sessão Vitrine Petrobrás.

 

O  longa teve estreia mundial na competição oficial do Festival Internacional de Cinema de Roterdã e foi exibido pela primeira vez no Brasil na mostra competitiva do Festival de Gramado. Também passou pela mostra competitiva Novos Rumos, do Festival do Rio, onde recebeu menção honrosa do júri, e esteve na 42ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Agora em abril, conquistou o prêmio da crítica na 22ª edição do Festival de Cinema Luso-brasileiro como melhor filme.

 

Mormaço traz Ana (Marina Provenzzano, de O Grande Circo Místico) como protagonista, no papel da jovem defensora pública carioca que se divide entre seu trabalho na Vila Autódromo, comunidade prestes a ser despejada por conta dos Jogos Olímpicos do Rio, e uma doença misteriosa. O filme é dirigido por Marina Meliande e escrito por ela com a colaboração de Felipe Bragança. A dupla já trabalhou junta em outros projetos e assina a direção de longas como ‘A fuga da Mulher Gorila’, que estreou no Festival de Locarno 2009, e ‘A Alegria’, que esteve na Quinzena dos Realizadores, no Festival de Cannes 2010. Além de Marina Provenzzano, o elenco conta com o Pedro Gracindo, neto de Paulo Gracindo e filho de Gracindo Jr., Diego de Abreu, Analu Prestes, Igor Angelkorte e Sandra Souza.

 

Marina Meliande

 

Marina Meliande nasceu em 1980 no Rio de Janeiro, Brasil. Cineasta e montadora formada pela Universidade Federal Fluminense, dirigiu, em parceria com Felipe Bragança, alguns filmes exibidos em festivais internacionais: dois curtas, Por Dentro de uma Gota D’água e O Nome dele (o clóvis), além da Trilogia Coração no Fogo, composta pelos longas A Fuga da Mulher Gorila, lançado no Festival de Locarno 2009; A Alegria – lançado na Quinzena dos Realizadores, Festival de Cannes 2010; Desassossego, filme das maravilhas - filme coletivo, lançado no Festival de Roterdã em 2011.

 

Nos anos de 2007 a 2009, Marina foi artista residente do Centro de Arte Contemporânea Le Fresnoy (França), onde realizou duas videoinstalações: Lettres au Vieux Monde e L’Image qui reste. Como montadora, trabalhou em mais de 40 filmes, entre eles, Girimunho e Histórias que só existem quando lembradas, Olmo e a Gaivota, Pendular. Atualmente, lança seu primeiro longa-metragem com direção solo Mormaço, realizado com o apoio da Résidence da Cinefondation, promovida pelo Festival de Cannes, e do Hubert Bals Fund, do Festival de Roterdã.

 

André Nascimento Araújo

 

André Nascimento Araújo é diretor e roteirista. Produziu, dirigiu e colaborou com dezenas de obras audiovisuais no Estado, com participações e premiações em festivais regionais e nacionais. Em 2014, lançou, pela SuperOito Produções, o primeiro longa-metragem coletivo do Tocantins, "Palmas, eu gosto de tu", que fez mais de 5 mil espectadores em circuito comercial. Foi âncora do programa CBN Tocantins de 2012 a 2014. Atualmente está produzindo o longa - metragem O Comedy Club, com lançamento previsto para 2019.

 

Notícias sobre:

cine cultura palmas mormaço