Palmas, Tocantins -

Agronegócio


Produção
797 visualizações

Fruticultura, piscicultura e grãos são prioridades para financiamentos

Durante a reunião, foi definido que a produção de grãos e oleaginosas, juntamente com a piscicultura e a fruticultura são as atividades prioritárias no Tocantins para financiamentos.
- Atualizada em

Representantes da Seagro – Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário - se reuniram com o  superintendente do Banco da Amazônia no Tocantins, Donizete Borges de Campos e a equipe técnica do Banco para definir prioridades de financiamento para o setor produtivo do Estado. Durante a reunião, foi definido que a produção de grãos e oleaginosas, juntamente com a piscicultura e a fruticultura são as atividades prioritárias no Tocantins para financiamentos.

De acordo com o secretário executivo da Seagro, Ruiter Padua, outras atividades como a pecuária, florestas, avicultura e apicultura também merecem grande atenção e por isso foram eleitas como atividades correlatas. “Não podemos deixar de lado a pecuária, que é a base da economia tocantinense e por isso essa atividade, junto com outras, continuará recebendo um olhar diferenciado”, defendeu Padua.

Na ocasião, só poderiam ser escolhidas três atividades prioritárias e os participantes da reunião optaram por aquelas que são menos consolidadas no Estado. Já para 2013, as atividades prioritárias para financiamento deverão ser grãos e oleaginosas, fruticultura e florestas. “Essas são atividades que passam por um importante momento de validação e os produtores que estão na ponta precisam de uma atenção especial de financiamento”, justificou o diretor de Sustentabilidade do Agronegócio da Seagro, Corombert Leão.

Para o diretor de Agroenergia da Seagro, Luiz Eduardo Leal, que também participou da reunião, é importante para o desenvolvimento das atividades produtivas a existência de uma organização, no que se refere à vocação produtiva.

Também estiveram presentes na reunião, representantes das secretarias de Planejamento e Indústria e Comércio.

 

Regiões, desafios e ações

 

Para cada uma das três atividades eleitas como prioritárias no Tocantins foram discutidos os principais desafios, a vocação regional e as principais ações. Para a produção de grãos e oleaginosas, os representantes da Seagro defenderam ações para fortalecer a produção e também o crescimento de um setor agroindustrial nas regiões sul e central do Estado.

Para a piscicultura, as regiões sudeste, central e nordeste foram eleitas como áreas prioritárias, em razão dos lagos formados a partir das hidrelétricas de Peixe (região Sudeste), Lajeado (Central) e Estreito (Nordeste). Para a fruticultura foram eleitas as regiões dos projetos de irrigação: Manuel Alves (Dianópolis), São João (Porto Nacional) e Gurita (Tupiratins), além da região central (Miracema e Miranorte) e das Várzeas (Lagoa da Confusão e Formoso). (Valmir Araújo – Ascom/Seagro )

 

Notícias sobre:

seagro fruticultura