Palmas, Tocantins -

Agronegócio


Sistema Faet/Senar
1.036 visualizações

Mapa lança programa “O Campo na Classe Média” em Palmas

No Tocantins serão beneficiados, inicialmente, cerca de 9.937 produtores rurais, que trabalham em diversas atividades do setor agropecuário, em 79 municípios.
- Atualizada em
Descrição: Programa é lançado em Palmas Ascom Faet/Senar

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) lançou na última sexta-feira, 14, no auditório do Sistema Faet/Senar, em Palmas, o programa “O Campo na Classe Média”, que tem o objetivo central de promover 400 mil produtores rurais que estão com renda proveniente da agricultura insuficiente (Classes D e E) para a Classe Média Rural no Brasil. No Tocantins serão beneficiados, inicialmente, cerca de 9.937 produtores rurais, que trabalham em diversas atividades do setor agropecuário, em 79 municípios.

 

A apresentação do programa foi feita pela secretária Executiva do Mapa, Mila Jaber, e pela secretária de Integração e Mobilidade Social do Mapa, Tânia Garib, e contou com a presença do presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins (Faet), Paulo Carneiro; do superintendente Federal da Agricultura do Tocantins, José Geraldo; da superintendente do Senar Tocantins, Rayley Campos Luzza e de dezenas de prefeitos de todas as regiões do Estado.

 

Tânia Garib explicou que o programa pretende corrigir as imperfeições de mercado; estruturar o acesso a tecnologias que potencializem a produção e resgatar, por meio da própria agricultura, os produtores rurais para uma renda mais elevada. Após a apresentação, foram realizadas as adesões das Prefeituras ao programa, que teve aceitação unânime.

 

De acordo com o programa, após a classificação e adesão dos produtores ao programa, serão elaboradas ações de apoio, capacitação e incentivo a criação de associações locais de produtores ou integrá-los em cooperativas já existentes, e as associações poderão ter como membros as secretarias Municipais de Agricultura e o Mapa, por meio de suas Superintendências Estaduais.

 

“Este será um espaço fundamental para que os produtores, articulados e integrados possam fortalecer sua produção, compra de insumos e venda de produtos”, considerou o presidente da Faet, Paulo Carneiro.

 

O Programa "O Campo na Classe Média" foi criado pela ministra Kátia Abreu, ao destacar que “para avançarmos ainda mais, podemos ir ao encontro de uma grande parcela de produtores que, com o apoio dos governos, consigam, em pouco tempo, aumentar a produção, gerar mais emprego e renda e estabelecer novos patamares para o desenvolvimento da economia brasileira. O grande objetivo é que esses produtores sejam inseridos na prosperidade do agro brasileiro”, assegurou a ministra.