Palmas, Tocantins -

Agronegócio


Dados da Celea
1.121 visualizações

Safra de algodão cresce 118,5% com produção em Porto Nacional e Dianópolis

A safra de algodão registrou um crescimento na área plantada de 87,2%, saindo de 5,33 mil hectares da safra passada, para 9,98 mil hectares na safra 2011-2012. Os dados são da Comissão Estadual de Levantamento de Informação Agrícola.
- Atualizada em

A Comissão Estadual de Levantamento de Informação Agrícola registrou um crescimento na área plantada de algodão de 87,2%, saindo de 5,33 mil hectares da safra passada, para 9,98 mil hectares na safra 2011-2012. Já a produção, cresceu mais de 118,5%, com previsão de colheita de 37,2 mil toneladas nesta safra.

O cultivo de algodão cresceu significativamente nos últimos seis anos, saindo de 680 hectares em 2006, para 9.980 hectares em 2012. No mesmo período a produção, subiu de 2,04 mil toneladas, para 37,43 mil toneladas. A produção de algodão do Tocantins se concentra nos municípios de Porto Nacional (6.200 ha) e Dianópolis (3.600 ha).

De acordo com o engenheiro agrônomo da Seagro – Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, José Waltex Aguiar, a produção de algodão é promissora no Tocantins. “O algodão é mais uma alternativa para os produtores do nosso Estado”, afirmou o agrônomo, acrescentando que: “as características climáticas do Tocantins são ideais para a produção do algodão, que deve ser plantado no meio do período chuvoso e colhido na estiagem, o que requer estações bem definidas como a nossa”.

O preço do algodão produzido no Estado depende da demanda, em junho de 2011 o valor pago na arroba (15 kg) era de R$ 73,00. Este ano (junho/2012) está em R$ 50,90. O mínimo pago ao produtor é de R$ 44,60. De acordo com a Conab – Companhia Nacional de Abastecimento no Tocantins, a demanda fraca pressiona os preços médios recebidos pelos produtores, por isso o recuo apresentado nos valores finais deste mês (Da assessoria).