Wanderlei fica de fora, Cinthia cacifa Folha e Gomes derrapa no apoio a Jucelino

Eleição da Câmara de Palmas desta quinta-feira, 30, rendeu trama de bastidores e puxões de tapete de última hora...

Crédito: T1 Notícias

A eleição da Mesa Diretora da Câmara de Palmas na manhã desta quinta-feira, 30 de junho, não foi muito diferente das outras no quesito trama de bastidores e puxões de tapete de última hora.

 

Por um fio de cabelo, uma ponta de bigode, ou na prática, um voto, o veterano José do Lago Folha Filho venceu as eleições para comandar a Casa no próximo biênio, de dezembro deste ano a dezembro de 2024.

 

As cenas de novela contaram com a entrega da liderança pela vereadora Laudecy Coimbra, que votou contra a orientação da bancada da prefeita Cinthia Ribeiro.

 

A traição veio do vereador Waldson da Agesp - que só se elegeu com o apoio expresso da prefeita e era candidato na chapa de Folha - e compôs de última hora com Jucelino Rodrigues.

 

E a ajuda inesperada veio do governador Wanderlei Barbosa (PR), que embora não tenha conseguido reverter o voto do irmão Marilon (que já tinha feito seus compromissos com Jucelino), não interferiu na campanha para tirar a eleição de Folha, como foi procurado para fazer...

 

Ao saber da movimentação do opositor, que buscava o apoio de Barbosa para retirar Márcio Reis e Pedro Cardoso do grupo fechado com Folha, o candidato a presidente procurou o governador, antigo colega de bancada, para pedir que não interferisse. Barbosa foi claro: não ia se envolver na disputa. “A eleição da Câmara é da prefeita, ela conduz o processo. Não entro para atrapalha-lá, pelo contrário, quero é o apoio dela”.

 

Ao fim, permaneceram na chapa que foi vitoriosa: Pedro Cardoso, Eudes Assis, Filipe Martins, Iolanda Castro, Solange Duailibe, Pastor Daniel, Moisemar Marinho, Márcio Reis e Junior Brasão.

 

Muitos destes pertenciam ao famoso grupo dos 10 de Janad Valcari. Esta, anunciou o resultado com uma ponta de decepção: “para alegria da prefeita Cinthia Ribeiro, quem vai administrar esta Casa é o vereador Folha”, disse ela, com o resultado ovacionado pela plateia que ocupou as cadeiras da Casa.

 

Com Jucelino Rodrigues, ficaram, além de Janad, os vereadores Joatan, Rubens Uchôa, Rogério Freitas, Waldson da Agesp, Marilon Barbosa, Lacerda do Gás e a ex-líder, Laudecy.

 

A decisão da prefeita Cinthia Ribeiro de apoiar José do Lago Folha Filho, que abriu mão na última disputa em favor de Rogério Freitas, foi tomada ainda no ano passado. Ela conversou com o grupo da base ainda em janeiro sobre o assunto. Disposto a disputar a qualquer custo, Jucelino enfrentou a orientação e saiu buscando apoios. Corre nos bastidores que contou com Eduardo Gomes e Carlos Gaguim na empreitada.

 

No meio do caminho, Jucelino chegou a fazer uma ligação para o secretário de Governo, Rogério Ramos, no seguinte tom: “eu se fosse você ficava fora desse processo de eleição da Câmara”. Ramos, no seu papel, estava contando e acompanhando os votos de Folha, de quem é companheiro antigo.

 

O resultado veio numa canetada da prefeita, que deu seu recado no Diário Oficial, bem no estilo “ou está comigo ou contra mim”.

 

Com todos estes fatores, não dá para dizer que o cobiçado apoio da prefeita da Capital está decidido para agosto, mas o gesto de Barbosa em contraponto ao não gesto de Eduardo Gomes (que da outra vez articulou para formar uma chapa só encabeçada por Janad), pesa na balança.

 

Só resta saber quanto.

Comentários (0)