Palmas, Tocantins -

Brasil


Politica
1.282 visualizações

Lula diz que candidatura de Campos pode pôr em risco aliança PT-PSB

Ex-presidente disse que vai conversar com Eduardo Campos sobre eleições. Lula participou de encontro do diretório nacional do PT em Fortaleza.
- Atualizada em

 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta sexta-feira (1º), em Fortaleza, que uma eventual candidatura do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), à presidência da República em 2014 pode colocar em risco a aliança entre o PT e o PSB. Lula participou de abertura do encontro do diretório nacional do PT na capital cearense.

"O que nós temos de ver é se estrategicamente é importante a gente colocar em risco uma coisa que tem dado muito certo neste país que é a aliança histórica entre PT e PSB'', afirmou o ex-presidente, ao ser perguntado por jornalistas sobre uma possível candidatura de Campos.

 

Lula também disse que vai conversar tanto com Eduardo Campos como com líderes de outros partidos aliados do PT para construir um entendimento para 2014. ''Meu papel é fazer todo esforço para que a gente esteja junto. Vou voltar a conversar com o Eduardo Campos e com outros partidos porque acho que temos de construir uma aliança muito forte", afirmou.

''Eu acho que estamos começando o ano de 2013, faltam dois anos para as eleições, tem muita coisa para acontecer. Se a gente ficar fazendo política pelo diz que me diz, vamos dar trombada'', acrescentou Lula. Ele ainda lembrou da eleição de 2002, quando Ciro Gomes, também do PSB, foi concorrente do PT. ''É importante vocês lembrarem que o PSB já lançou candidato contra mim. O Ciro Gomes já foi candidato contra mim e nós não perdemos a amizade e continuamos trabalhando juntos. Nos unimos no segundo turno'', concluiu.

Homenagem
Lula deixou Fortaleza no início da tarde e foi para a cidade de Redenção, a 63 quilômetros da capital, onde recebeu o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab).

Na cerimônia, Lula falou que fazer política não se aprende na universidade. "A política é uma arte. Você não aprende a jogar futebol e a fazer política em uma universidade. Política é uma coisa sagrada, é uma química entre os seres humanos".

O presidente foi muito aplaudido pelos estudantes na plateia e, se dirigindo a eles, disse que "se eu cheguei a ser presidente e a fazer coisas que há séculos e séculos não eram feitas no país, vocês também podem fazer o que quiserem" (...) "Quando vocês acharem que todos os políticos não prestam, ainda assim não desistam da política", disse Lula.