Palmas, Tocantins -

Café Online

Ver comentários
Roberta Tum

Roberta Tum


roberta.tum.9 @robertatum
Colunista do editorial Café Online

Título de cidadão

Agente da Polícia Civil é homenageado na Câmara de Dianópolis

- Atualizada em

Em consideração aos relevantes serviços prestados na área de segurança pública à população de Dianópolis e região sudeste do Tocantins, a Câmara de Vereadores do município concedeu o título de “Cidadão Benemérito Dianopolino” ao agente de Polícia Civil e professor universitário Ailton Ferreira Bispo. A homenagem foi proposta pelo vereador Jurimar Trindade Júnior e aprovada por unanimidade pelos demais parlamentares. De acordo com o vereador, a iniciativa de prestar homenagem ao agente Ailton se deu em virtude do excelente trabalho investigativo que tem sido realizado pelo policial, há mais de 10 anos na 8ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Dianópolis, os quais já resultaram na elucidação de inúmeros crimes e na prisão de várias pessoas envolvidas com a criminalidade no sudeste do Estado. “São inúmeros os casos em que o agente Ailton participou e que resultaram na prisão de vários criminosos e na recuperação de vários produtos roubados, o que nos motivou a conceder a ele esse título de cidadão benemérito dianópolino, atendendo aos anseios da comunidade dianópolina, que reconhece o excelente trabalho prestado pelo policial, que sempre agiu com firmeza e dedicação no combate à criminalidade em nossa cidade”, declarou o vereador. A solenidade de entrega do diploma ao agente Ailton Bispo foi realizada na noite da última quinta-feir, 13, na sede da associação do Clube da Melhor Idade, em Dianópolis, e contou com a participação de vários amigos, colegas de trabalho, alunos, e familiares do agente. “Receber o título de cidadão benemérito Dianopolino representa para mim o reconhecimento pelo trabalho realizado por mim e pela Polícia Civil durante todos esses anos em prol da sociedade dianopolina. Não é normal as pessoas lembrarem da polícia em situação de normalidade. Via de regra, só lembram em situação de apuro. Sinto-me incentivado a continuar lutando contra o crime e o mal. Quando a gente desenvolve um trabalho honesto, límpido, transparente e é reconhecido por isso, a vida se torna um palco de felicidade. Nada é tão satisfatório quanto deitar e acordar com a consciência tranquila e a alma pura da sensação do dever cumprido”, frisou Ailton Bispo.