Palmas, Tocantins -

Café Online

Ver comentários
Roberta Tum

Roberta Tum


roberta.tum.9 @robertatum
Colunista do editorial Café Online

Representação

Conselheiro da OAB-TO inicia campanha contra aviltamento de honorários

- Atualizada em

Uma reclamação recorrente dos advogados, em especial, em início de carreira é o aviltamento de honorários para advocacia correspondente. Escritórios, situados principalmente nos grandes centros, oferecem propostas de prestação de serviços eventuais em sites a preços ínfimos. O Conselheiro Seccional da OAB Tocantins, Nile William Hamdy, protocolizou representação contra um escritório de Porto Alegre por aviltamento. Ao deparar com uma reclamação de uma colega advogada em um grupo de jovens advogados, onde a mesma relata que um escritório estava contratando advogados no Tocantins para realizarem audiências de conciliação a vinte reais, tomou as providências necessárias. "Muito se reclamava, mas pouco se fazia nessa questão. Temos que aproveitar as redes sociais para potencializar as ações da OAB-TO em defesa do advogado", afirmou Nile William. Ainda sobre o mérito da representação esclareceu o Conselheiro da OAB-TO que "O Código de Ética veda expressamente o aviltamento dos honorários e a mercantilização da advocacia. Grandes escritórios têm agido com depreciação dos valores da advocacia correspondente, o que causa constrangimento aos advogados em início de carreira, que muitas vezes saem endividados do curso de Direito em razão dos financiamentos que custearam seus anos de faculdade. É preciso defender o jovem advogado dessas práticas desleais de subremuneração dos serviços jurídicos", ressaltou William.