Palmas, Tocantins -

Cidades


Resistência às Drogas
90 visualizações

901 estudantes de escolas públicas e privadas formam pelo Proerd em Palmas

O programa multidisciplinar é aplicado em 58 países e que oferece formação cidadã voltada para prevenção de drogas e violência para crianças e adolescentes
- Atualizada em
Edu Fortes - Secom Palmas

O auditório do Centro de Convenções Arnaud Rodrigues – Parque do Povo recebeu 901 crianças do 5º ano de escolas públicas e privadas da Capital para a formatura do ‘Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência’ (Proerd), da Polícia Militar do Tocantins, na manhã desta terça-feira, 03, em Palmas.

 

O palhaço Batatinha Frita e sua turma animaram a criançada antes do início da solenidade, com brincadeiras e música. Depois de composta a mesa de honra com as autoridades presentes, os alunos do pelotão de elite do Colégio Cívico-Militar, unidade I, prepararam a entrada do leãozinho Dare, mascote do Proerd, figura bastante aguardada pelas crianças. Na sequência os presentes entoaram o hino nacional brasileiro.

 

A coordenadora estadual do Proerd, coronel Alaídes Pereira Machado, realizou a leitura do histórico do programa, que vem sendo desenvolvido pela Polícia Militar desde o ano de 2002, com o número expressivo de 440 mil atendimentos de crianças e adolescentes, e nove mil pais. Este ano o programa realizou uma marca histórica, atingiu todos os 139 municípios do Tocantins, sendo o primeiro estado brasileiro a realizar este feito.

 

A advogada Isabelle Catherine de Carvalho, vice-presidente da Comissão Especial OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) Vai à Escola, emocionou a todos com seu depoimento de ex-aluna Proerd, no ano de 2005. Ela lembrou de como o programa influenciou sua vida e contribuiu para sua formação.

 

Durante a solenidade os instrutores do Proerd, homens e mulheres que fazem a diferença na vida de milhares de crianças no Tocantins, foram convidados à frente e receberam uma salva de Palmas dos presentes. As 11 crianças que elaboraram as melhores redações, sendo uma de cada escola, receberam uma homenagem das autoridades presentes e as três melhores foram lidas para o público. O primeiro lugar ficou com a aluna Natália Souza Vidal, da escola municipal Aprígio Tomáz de Matos, o segundo lugar foi apara a aluna Yasmin Daniel Ferreira, do CEMIL Margarida Lemos, já a terceira colocada foi a aluna Melina Vieira, da Escola Monsenhor Pedro Pereira Piagem.

 

A aluna Laura Guimarães dos Santos, da escola municipal Antônio Carlos Jobim, e o aluno João Mateus Farias Soares, da escola municipal Thiago Barbosa, receberam seus certificados de participação no programa, representando os demais alunos. Já a aluna Radyja Samyra da Silva Tavares Santos, da escola municipal Eurídice Ferreira, conduziu os formandos no compromisso Proerd, no qual eles se comprometem a se manterem longe das drogas e da violência. A canção do Proerd foi cantada por todos aos final da formatura.

 

Pronunciamentos

 

Em sua fala, o comandante-geral da PM agradeceu aos presentes e parabenizou a coordenação do Proerd e aos instrutores pelo sucesso do programa e pela formatura. Destacou que investir na prevenção é marca do governo do estado e do comando. “Agir diretamente na base propicia resultados duradouros e eficientes. A criança que recebe os ensinamentos do Proerd é uma multiplicadora da resistência às drogas e à violência. É uma influenciadora positiva e propaga na comunidade a importância de dizer sempre não. A Polícia Militar caminha lado a lado com as famílias na busca por uma sociedade mais justa, humana e solidária”, disse coronel Jaizon.

 

A prefeita Cinthia também ressaltou a importância do Proerd na formação dos alunos, especialmente da capital, que este ano formou aproximadamente 24 mil crianças e pais. A prefeita interagiu com as crianças e citou todas as unidades escolares presentes. “Parabéns para cada um de vocês, estou muito orgulhosa. Agora terão o trabalho, a responsabilidade de levar esse conhecimento adquirido para outras crianças, conhecimento a gente não guarda, a gente passa pra frente”, falou Cinthia.

 

O vice-governador do Tocantins aproveitou a oportunidade para agradecer a presença do secretário de Turismo e Cultura do município de Caucaia-CE, coronel Paulo Guerra, que veio ao Tocantins conhecer o programa, que é um sucesso na prevenção da violência e no combate ao uso de drogas. Wanderlei Barbosa ressaltou: “Nós sabemos da importância da boa orientação às nossas crianças, deste momento em que a nossa adolescência precisa se firmar como cidadão. Estamos preocupados com essa formação, por isso apoiamos e agradecemos o trabalho desenvolvido pelo Proerd no Tocantins, modelo de sucesso da Polícia Militar, que atua no Tocantins no combate às drogas e à violência”.

 

Dentre as escolas presentes à formatura estavam: Escola Municipal Antônio Carlos Jobim; Escola de Tempo Integral (ETI) Olga Benário; Colégio Ulbra Palmas; Escola Municipal Antônio Gonçalves De Carvalho Filho; Escola Municipal Aprígio Tomaz de Matos; Escola de Tempo Integral (ETI) Professor Fidêncio Bogo; Escola de Tempo Integral (ETI) Monsenhor Pedro Pereira Piagem; Escola Municipal Maria Júlia Amorim Soares Rodrigues; Escola de Tempo Integral (ETI) Eurídice Ferreira De Mello; e Escola Municipal Thiago Barbosa.

 

Programa


O Proerd é um programa multidisciplinar aplicado em 58 países e que oferece formação cidadã voltada para prevenção de drogas e violência para crianças e adolescentes. No Brasil, a Polícia Militar é a responsável pelo desenvolvimento da metodologia proposta pelo programa. No Tocantins, o programa vem sendo desenvolvido há 17 anos, em escolas que buscam a parceria para incrementar o currículo de formação transversal de seus alunos.

 

Depoimentos


A formatura foi marcada por depoimentos sobre a influência do Proerd. Um deles de uma ex-aluna. A advogada Isabelle Catherine Santana, vice-presidente da ‘Comissão OAB vai à Escola’, que participou do programa em 2005, quando tinha 10 anos. “O programa foi fundamental para entender situações que aparecem no futuro, quando chegamos ao ensino médio ou na faculdade. Por isso quero dizer que o que esse mundo oferece é passageiro, mas o que vocês conquistam com o esforço de vocês é duradouro”, frisou Isabelle.


O depoimento da ex-aluna abriu a formatura, mas foi o depoimento da pequena Natália Souza Vidal, 5º ano da Escola Municipal Aprígio Tomaz de Matos, que se destacou. Ela foi indicada como autora da melhor redação com tema ‘O Proerd, Escola e Família’. Na redação, ela contou como o que aprendeu beneficiou a família. “Aprendi a tomar decisões confiantes. O professor me aconselhou a falar com meu tio, eu conversei com ele e agora ele não bebe mais, está tranquilo. Agora eu planejo dar o que aprendi para as outras pessoas também terem”.


Ela frisou que aquela ocasião serve de reconhecimento da dedicação desses formadores.