Palmas, Tocantins -

Cidades


Volta às aulas presenciais
3.811 visualizações

Após repercussão de portaria, Semed diz que pais poderão manter filhos no on-line

Secretária falou com o T1 Notícias na tarde desta quinta -feira, 30 e tranquilizou os pais que queiram permanecer com seus filhos em aulas on-line.
- Atualizada em
Descrição: Cleizenir tranquilizou os pais que queiram manter os filhos em aulas on-line. Divulgação/Prefeitura de Palmas

A prefeitura de Palmas não vai exigir laudo para os pais que desejarem que seus filhos permaneçam estudando em casa e não retornem às aulas 100% presenciais decretadas pela prefeitura da Capital, cuja portaria circulou mais cedo, nesta quinta-feira, 30. “Na verdade, as aulas on-line continuam, o que nós vamos fazer é que as escolas é que vão organizar o material a ser distribuído aos pais, e não a secretaria”, esclareceu a Secretária Municipal de Educação, Cleizenir Divina dos Santos.

 

Questionada sobre o texto da portaria que afirma que estudantes com comorbidades deveriam apresentar laudos, a secretária ressaltou que os casos excepcionais a serem analisados por um comitê incluem os pais que não se sentirem seguros para que seus filhos retornem. “Precisamos que os pais respondam a pesquisa que foi disponibilizada por link, para que a gente possa fazer um planejamento da alimentação destas crianças e transporte escolar”, sustenta a titular da pasta da Educação do município. Ela disse ainda que nem todas as crianças com deficiência têm laudos e que este quesito será flexibilizado.

 

Aulas em período reduzido

 

Outra informação é que as aulas das escolas de tempo integral não voltarão nos moldes anteriores. “Vamos servir o café da manhã e o almoço e liberar os alunos às 13h, assim eles não permanecem naquele período de interação que havia. Vamos retomar o período integral mais à frente”, esclareceu.

 

A pesquisa feita até agora está mostrando que mais de 70% dos pais estão aceitando o retorno 100% presencial das aulas. “Continuaremos com as salas interativas do palmas Home School e com os blocos de tarefas. O que precisa é que os pais se decidam para que não fique meio no presencial e meio no on-line. Esta decisão precisa ser tomada agora”, finalizou.