Palmas, Tocantins -

Cidades


Saneamento básico
102 visualizações

Araguaína consegue crédito internacional e está investindo R$ 220 milhões em obras

O Projeto de Saneamento Integrado Águas de Araguaína já foi iniciado e vai beneficiar mais de 12 bairros da cidade
- Atualizada em
Marcos Filho / Ascom

Com a garantia de um investimento de mais de R$ 220 milhões para a execução do Projeto de Saneamento Integrado Águas de Araguaína, a cidade tem ganhado credibilidade internacional ao longo dos últimos anos. O financiamento que foi contratado após intensa negociação entre o Município e o CAF – Banco de Desenvolvimento da América Latina, já está sendo aplicado nas frentes de trabalho.



Diante da avaliação financeira internacional, Araguaína conquistou a classificação A na maioria dos quesitos, possibilitando o empréstimo dos recursos. De acordo com o secretário municipal da Fazenda, Fabiano Souza, “todos as contas municipais também foram analisadas pela Secretaria do Tesouro Nacional, uma vez que o Governo Federal é o garantidor do financiamento e deu o aval para o andamento do processo”.



Toda a proposta também precisou passar pela aprovação do Senado Federal antes da assinatura do contrato com o CAF. Com isso, Araguaína se torna a única cidade do Tocantins, além da capital, a conseguir um crédito internacional para o financiamento de uma obra desse porte.



“Araguaína chegou a um patamar histórico, que marca a transformação de toda a cidade, se tornando referência não só para o Tocantins, mas para outros estados brasileiros. Este projeto está modificando nosso município de forma positiva e preparando Araguaína para o futuro”, destacou o prefeito Ronaldo Dimas.



Prazo do empréstimo



O prazo do empréstimo é de 16 anos, com parcelas semestrais que começarão as ser pagas após 54 meses da assinatura do contrato. Uma vantagem é a taxa de juros de apenas 3,4% ao ano, relativamente menor que praticada por financiamentos da União, que ultrapassam os 4%. O pagamento de todo o valor contratado, equivalente a US$ 54,9 milhões, deverá ser feito em até 48 meses.



“Todo o planejamento para o pagamento já está feito. A arrecadação municipal está superando a projeção que estimamos para fazer frente ao empréstimo, tudo isso sem aumentar tributos para a população, trabalhando apenas na melhoria da eficiência fiscal”, explicou o secretário da Fazenda.



O projeto



O Projeto de Saneamento Integrado Águas de Araguaína, que já começou a ser executado, vai realizar intervenções importantes na cidade, criando bacias de detenção da água das chuvas para evitar futuros alagamentos na cidade, um problema que já trouxe diversos transtornos à população no passado.



Vários pontos de área verde estão sendo criados juntamente com a implantação dos parques: Nascentes do Neblina, São Miguel e Raizal, que irão fazer parte do sistema de saneamento integrado, com a macro e microdrenagem em diversos bairros da cidade localizados nas áreas de influência dos córregos Neblina e Jacuba e do Rio Lontra, preservando nossos recursos hídricos.



Além da drenagem, os 12 bairros da cidade diretamente beneficiados pelo empreendimento municipal estão recebendo pavimentação, como o setor Ana Maria; Universitário; Alaska; Martim Jorge; Itatiaia; Morada do Sol; Vitória; Tocantins; Vila Bragantina, entre outros. Durante a obra, mas de 1.500 empregos diretos serão criados.



Via norte



Outro grande destaque do projeto é a construção da Via Norte, passando sobre o canal dos córregos Neblina e Canindé e que já teve a primeira etapa iniciada com um trecho de 1,5 km que vai ligar a Avenida Cônego João Lima e o Parque Cimba, beneficiando diretamente quatro bairros: Neblina, Jardim Goiás, Brasil e Cimba.



Nas etapas seguintes a Via Norte seguirá ligando setores como Araguaína Sul e Costa Esmeralda, totalizando 14 bairros e contribuindo para desafogar o trânsito até centro da cidade.