Palmas, Tocantins -
Em Luzimangues
12.222 visualizações

Atleta é atingida na perna por lancha dos Bombeiros durante maratona aquática no lago

A notícia sobre o incidente ganhou as redes sociais na manhã de hoje, na Capital, onde uma forte chuva cai desde as primeiras horas da manhã. O Corpo de Bombeiros emitiu nota lamentando o ocorrido
- Atualizada em
Atleta ficou gravemente ferida e passa por cirurgia no HGP Divulgação

A triatleta e professora Ludimila Oliveira foi atingida por uma lancha do Corpo de Bombeiros na manhã deste domingo, 2, no lago de Palmas, durante uma competição aquática que acontecia no Distrito de Luzimangues. A jovem foi atingida pela hélice em uma das pernas e socorrida às pressas ao Hospital Geral de Palmas, onde foi conduzida diretamente ao centro cirúrgico. Conforme apurado pelo T1, parte da perna da triatleta foi amputada, mas as informações oficiais sobre os procedimentos médicos e o estado de saúde da jovem foram solicitados à assessoria do HGP e o T1 aguarda retorno. O T1 Notícias também apurou que Ludimila está estável e não correria risco de morte.

 

A notícia sobre o incidente ganhou as redes sociais na manhã de hoje, na Capital, onde uma forte chuva cai desde as primeiras horas da manhã. Por volta das 11h30, o Corpo de Bombeiros emitiu uma nota oficial lamentando o ocorrido e explicando fatos sobre o incidente. “É com muita tristeza que o Corpo de Bombeiros do Tocantins vem a público relatar sobre a fatalidade ocorrida na manhã deste domingo, 02 de dezembro”.

 

Segundo a nota, as informações preliminares apontam que uma lancha dos bombeiros fazia a segurança de atletas, durante a competição aquática em Luzimangues e, durante a prova, chovia muito no local, formando marolas e uma forte correnteza no lago. Após metade do percurso, alguns atletas começaram a solicitar a ajuda aos bombeiros para serem retirados da água. Assim que a equipe começou a retirada dos competidores, ao se dirigir para uma terceira atleta que pedia socorro, a quarta delas, no caso Ludimila, não foi vista na traseira da embarcação e foi atingida pela hélice.

 

“Lamentamos profundamente o acontecido e asseguramos que todos os procedimentos necessários para preservação da vida e elucidação dos fatos, foram e estão sendo tomados. Por fim a corporação esclarece que a Marinha já foi acionada, bem como, a polícia técnica para registro dos procedimentos cabíveis”, destacou o Corpo de Bombeiros na nota.

 

Em instantes mais informações sobre o caso...