Palmas, Tocantins -

Cidades


Em Palmas
1.976 visualizações

Corpo de Lucas é enterrado em Palmas: atletas e piloto irão para cidade de origem

O empresário Lucas Meira, quatro atletas e o piloto morreram em um grave acidente aéreo ocorrido na manhã de domingo, 24
- Atualizada em
Arquivo Pessoal/Reprodução/Instagram

No final da manhã desta segunda-feira, 25, o corpo do presidente do Palmas Futebol e Regatas, Lucas Meira, foi sepultado no cemitério Jardim das Acácias, em Palmas. 

 

Conforme o Instituto Médico Legal (IML), o corpo de Lucas foi liberado na noite de domingo, 24. O velório ocorreu na sede da Renapsi, na Capital, em cerimônia apenas para amigos e familiares. 


De acordo com a assessoria do Palmas Futebol e Regatas, as famílias dos quatro atletas envolvidos no acidente, Ranule, Guilherme Noé, Lucas Praxedes e Marcus Molinari, e do comandante Wagner, estão sendo assistidas para que os corpos sejam enviados para as suas cidades de origem.

 

O clube irá fazer uma homenagem simbólica a eles a partir das 18h30 no Centro de Treinamento do Palmas (1006 Sul).

 

Liberação dos corpos

 

O Instituto de Medicina Legal (IML) da Superintendência da Polícia Científica do Tocantins informou que todos os seis corpos foram identificados ainda no início da noite deste domingo, 24. A identificação foi realizada por meio da análise da arcada dentária.

 

Foram identificados Ranule Gomes dos Reis, 27 anos; Marcus Vinícius Molinari Reis, 23 anos; Lucas Praxedes Carvalho, 23 anos; e Guilherme Afonso Noé, 28 anos, todos jogadores do Palmas Futebol e Regatas; Lucas Vieira da Silva Meira, 32 anos, presidente do Clube e o piloto Wagner Machado Júnior, 59 anos.


Os seis corpos foram liberados para os familiares. O do presidente do Palmas foi retirado pela funerária na noite deste domingo, 24. Nesta segunda-feira, 25, pela manhã, os corpos de Lucas Praxedes Carvalho e Marcus Vinícius Molinari Reis estão sendo retirados pelos familiares.

 

Acidente aéreo

 

O acidente aéreo ocorrido por volta das 8h15 deste domingo, 24, com um avião particular, modelo BE-58 Baron, causou a morte do empresário Lucas Vieira da Silva Meira, de 32 anos, do piloto Wagner, mais conhecido como Wagnim, e quatro jogadores do Palmas Futebol e Regatas: Lucas Praxedes, de 23 anos, Guilherme Noé, de 28 anos, Ranule, de 27 anos, e Marcus Molinari, de 23 anos. 

 

A aeronave caiu logo após decolar na pista da Associação Tocantinense de Aviação (ATA), localizada em Luzimangues, na outra margem do lago, saída para Paraíso.

 

Confira a nota na íntegra: 

 

NOTA


O Palmas Futebol e Regatas informa que o corpo do presidente Lucas Meira segue sendo velado em cerimônia intimista para amigos e familiares na sede da Renapsi, em Palmas. Logo mais às 10h30, o cortejo seguirá para o cemitério Jardim das Acácias, onde Lucas será enterrado às 11h30. 


As famílias dos quatro atletas envolvidos no acidente, Ranule, Guilherme Noé, Lucas Praxedes e Marcus Molinari e do comandante Wagner já estão sendo assistidas para que os corpos sejam enviados para as suas cidades de origem. O clube irá fazer uma homenagem simbólica a eles a partir das 18h30 no Centro de Treinamento do Palmas (1006 Sul).