Palmas, Tocantins -

Cidades


Criatividade
2.057 visualizações

De graça, jovens criam aplicativo para ajudar comerciantes do Tocantins durante crise

“O deTudo foi feito pensando naquela pessoa que está em casa, sem renda, mas que sabe fazer um pão de forma, um bolo, costurar uma roupa, entre outras tantas coisas”, adianta o programador do App.
- Atualizada em
Descrição: Imagem do Aplicativo Divulgação

Microempreendedores individuais (MEI) e donos de pequenas e médias empresas foram fortemente impactados pelo período de combate ao coronavírus, especialmente devido ao fechamento do comércio. Com o estado de isolamento, profissionais autônomos de diversos segmentos, têm "se virado" como podem, usando a tecnologia como uma aliada.

 

Foi pensando nesse nicho de mercado que dois jovens tocantinenses tiveram a ideia de criar, sem fins lucrativos, um aplicativo para ajudar as empresas e os pequenos empresários a divulgarem seus produtos e serviços.

 

Foi daí que nasceu o deTudo.app (https://detudo.app/), que em apenas seis dias de funcionamento já teve cerca de 10 mil visitas. O aplicativo conta com 175 negócios cadastrados e 346 produtos. “É uma ferramenta sem fins lucrativos; basta acessar e cadastrar seu negócio, é de graça”, garante Caetano Burjack, um dos programadores do app.

 

“Quem quiser divulgar seu serviço ou produto ou souber de alguém que tenha interesse, compartilhe, ajude o pequeno empresário”, recomenda o programador, que tem como sócio Bruno Morais. Na sua avaliação, trata de uma ferramenta que vai impactar a vida daquelas pessoas que estão começando a passar necessidades em consequência da quarentena.

 

“O deTudo foi feito pensando naquela pessoa que está em casa, sem renda, mas que sabe fazer um pão de forma, um bolo, costurar uma roupa, entre tantas outras coisas, entende? essa pessoa poderia tranquilamente utilizar dessa habilidade para gerar renda temporária pelo menos”, explica Caetano.

 

O programador diz que o aplicativo é um canal centralizado, onde cada pessoa que precisar de um serviço ou produto possa entrar lá e encontrar o que precisa. “E de quebra nutrir o financeiro de outras pessoas”, acrescenta.

 

Qualquer um pode entrar e se cadastrar e em dois minutinhos já estará online. Caetano explica ainda que, para exibir a sua marca, seus serviços e produtos, o interessado dispõe de botões sociais pra encontrar facilmente o vendedor, botão do whatsApp para se comunicar com um clic e botões de compartilhamento.

Notícias sobre:

aplicativo ajuda crise grátis