Palmas, Tocantins -

Cidades


Destino turístico
353 visualizações

Distrito de Taquaruçu aumenta número de leitos em cinco anos: de 249 para 314

Além disso, visitantes e turistas podem contar com áreas de campings, casas de alugueis e pousadas
- Atualizada em
Divulgação

Com quatro anos de implantação do Projeto de Estruturação Turística do Destino Taquaruçu, a iniciativa alcançou as metas propostas, em algumas até superou em mais de 100% os objetivos. No caso dos leitos, eles aumentaram de 249 em 2014 para 314 em 2019, sem contabilizar áreas de campings, casas de alugueis e pousadas.

 

O resultado da avaliação foi apresentado durante reunião do Comitê Gestor do Polo Turístico de Taquaruçu, que aconteceu no final da tarde de quinta-feira, 5, na sala de reuniões da Agência Municipal de Turismo (Agtur), no Centro de Convenções Arnauld Rodrigues. Além do comitê gestor do projeto, participaram do encontro os técnicos da Agtur e Sebrae.

 

Com o objetivo de apresentar os resultados dos quatros anos, foram realizadas ao final de cada ano de aplicação do projeto, uma pesquisa realizada pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL), no Tocantins e Sebrae Tocantins, nos anos de 2016 a 2019, com as 74 empresas participantes do Projeto de Estruturação Turística de Taquaruçu.

 

As coletas das informações foram obtidas por meio de entrevistas via call centers, com empresários e responsáveis pelas empresas participantes do projeto. Onde foram medidos os itens como implantação de novos circuitos, roteiros ou produtos turísticos, item esse avaliado como 100% de aproveitamento. 

 

As metas de aplicabilidade dos produtos e serviços ofertados no Distrito foi um item que superou as expectativas, com 102% de metas superadas em todos os anos do projeto. A satisfação dos clientes atendidos também superou as expectativas, atingindo 102%.

 

Dentre os temas discutidos durante a reunião estão a satisfação, aplicabilidade, número de leitores e fluxo turístico, que na visão da técnica do Sebrae, Ana Flávia, obtiveram resultados muito positivos. “Por exemplo, os números de leitos aumentaram e o fluxo turístico, com isso percebemos que mais empreendimentos estão abrindo suas portas, realmente atendemos os objetivos da estruturação da atividade turística de Taquaruçu”, ratificou.

 

Para a diretora técnica do Agtur, Ana Rúbia Macedo, as mensurações por meio de pesquisa só evidenciaram o que já é perceptível na prática. “Ter esses dados é importante, mas o mais gratificante foi ouvir dos participantes do comitê, que não somente valida que as metas foram alcançadas, mas que as metas do projeto vão além. Foi muito satisfatório, e muito importante, ouvir dos próprios atendidos que Taquaruçu se transformou realmente em um Destino Turístico”, disse a diretora.

 

O presidente da Agtur, Eudes Assis, ressaltou que o projeto vai ser um legado para Taquaruçu, pois não apenas o transformou em Destino Turístico, mas tem mudado a vida dos moradores de Taquaruçu e Taquaruçu Grande. “É perceptível a transformação das pessoas do Distrito, eles hoje possuem um sentimento de pertencimento, e valorização do seu local, o que acaba sendo repassado de forma positiva aos turistas”, enfatizou o gestor.

 

O empreendedor da Cachoeira da Roncadeira, Neusival Mendes, que faz parte do comitê gestor, conta que participou do projeto desde o início, e se sente satisfeito com os resultados. “Percebemos o engajamento dos empreendedores locais que aderiram ao projeto, já que participaram dos cursos e eventos de profissionalização, para o melhoramento dos seus empreendimentos, com isso Taquaruçu virou o destino que está sendo buscado turistas e não apenas um local de passagem para outros destinos,” disse, acrescentando também que houve aumento do fluxo do Destino Taquaruçu.

 

Já o empreendedor e presidente do Conselho Administrativo da Governança Turística de Taquaruçu, Wertemberg Nunes, elencou vários resultados positivos, mas um dos mais importantes, segundo ele, foi Taquaruçu se tornar realmente destino de atividade turística. “Taquaruçu já recebe turismo, vemos agências da região e de outros estados operando, saímos do marco zero e agora estamos com toda uma cadeia de turismo: temos hospedagens, entretenimento, gastronomia e o principal que são os atrativos ligados à natureza, isso nos configura como um ecoturismo”, contou. 

 

 

Destino Taquaruçu

 

O projeto é uma parceria entre o Sebrae Tocantins, Sebrae Nacional e a Prefeitura de Palmas, por meio da Agtur. A parceria teve início em 2014 com o objetivo de trabalhar a estruturação de atividades relacionadas ao turismo em Taquaruçu e Taquaruçu Grande. Nesse período, 74 pequenos empresários receberam capacitações, consultorias empresariais, missões tecnológicas, apoio à governança local e acesso a eventos nacionais.

 

Conforme o Diagnóstico Turístico do Projeto de Estruturação Turística de Taquaruçu, 80% dos negócios são voltados ao segmento da alimentação e 66% aos serviços de apoio ao turista.  Entre os 19 negócios relacionados a atividades turísticas com atrativos, 10 possuem cachoeiras.