Palmas, Tocantins -

Cidades


Na Câmara de Palmas
1.685 visualizações

Empresários discordam do Novo Código Tributário e temem aumento excessivo

Reunidos com vereadores da capital, empresários demonstram repúdio ao Novo Código Tributário e defendem ampla discussão da matéria com a classe. Eles temem aumento exagerado nas taxas e ISS...
- Atualizada em
Descrição: Empresários temem aumento excessivo T1 Notícias

A classe empresarial da capital se reuniu com vereadores na tarde desta quarta-feira, 23, na Câmara Municipal. O assunto era o Novo Código Tributário de Palmas, que está na Casa com previsão para entrar em votação na quinta-feira da próxima semana.

“O que nos trouxe aqui foi realmente o objetivo de estreitar as informações sobre esse Novo Código Tributário, que é o que queremos entender. Soubemos que tem aumentos de até 100%. Acreditamos que realmente existe defasagem e até entendemos que precisa ser revisto, mas não pode ser de uma forma que o empresário tenha que pagar a qualquer custo”, afirmou o presidente da Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa), Fabiano do Vale.

Para o empresário, o que a classe quer é que o Novo Código Tributário seja justo. “O empresário está sufocado e o aumento pode matar as empresas de Palmas, ao invés de melhorar. Queremos chegar num acordo com os vereadores, que seja bom para Prefeitura e bom para a população”, afirmou Fabiano do Vale ao lembrar que a mudança vai atingir não só os empresários, mas toda a população.

Fabiano do Vale disse ainda que “hora nenhuma foi passado à classe empresarial o aumento excessivo nas taxas com o Novo Código Tributário. Estamos aqui para discutir isso. São empresários de 65 empresas preocupados com isso”.

Outros empresários da capital defenderam uma discussão mais ampla com a classe, o que estenderia ainda mais o prazo até a aprovação da matéria, já que segundo eles, o momento não é bom para as empresas. Alguns disseram até que a Prefeitura deveria fiscalizar para evitar a inadimplência e não aumentar os impostos.

Um dos vereadores da oposição, que já havia adiantado em entrevista ao T1 Notícias a preocupação com relação ao Novo Código, Iratã Abreu (PSD), reafirmou que “a maior preocupação, com relação aos empresários, é com o aumento das taxas e do ISS [Imposto Social Sobre Serviços de Qualquer Natureza] que vai subir de 3% para 5%. Tem casos de taxas que pode dobrar e até triplicar”. Segundo o vereador, a reunião foi a pedido da classe de empresários.

Os alertas apontados pelo vereador de oposição são em relação ao aumento das taxas, de lixo, por exemplo, que vai ser reajustado nas quadras onde a coleta é realizada diariamente, como na Avenida JK. Outra questão apontada pelo vereador é a preocupação com o IPTU. “Queremos que a Planta de Valores Genéricos seja votada antes do Novo Código, para que depois o reajuste sobre o valor venal do imóvel não seja absurdo”, defendeu.

Estiveram presentes na reunião representantes da Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa), Associação dos Jovens Empresários e Empreendedores (AJEE), Associação Comercial e Industrial de Taquaralto e Aurenys (Acit), Câmara dos Dirigentes Logistas (CDL), representante das empresas de outdoors em Palmas, empresários de comunicação visual, Associação dos Proprietários de Carro de Som da capital (Aprocap), entre outros empresários de ramos diversos da capital.