Palmas, Tocantins -

Cidades


Queimadas em Palmas
1.381 visualizações

Equipes de combate a incêndio são insuficientes para atender a chamados

Focos de incêndio ameaçam consumir serras que rodeiam Palmas e região. Com equipe insuficiente, Corpo de Bombeiros não está conseguindo atender todas as chamadas e a população resolve se mobilizar.
- Atualizada em
Descrição: População apaga foco de incêndio por conta própria Foto do leitor

Com apenas duas viaturas para realizar o combate aos focos de incêndios florestais em Palmas, equipes do Corpo de Bombeiros e brigadistas não estão conseguindo atender a todos os chamados feitos pela população nas regiões das serras que rodeiam a Capital. Neste sábado, 5, um grupo de moradores de Taquaruçu resolveu combater uma queimada na serra, por conta própria, após fazerem uma solicitação aos bombeiros e não serem atendidos.

 

Apesar das recomendações da Defesa Civil para que a população não tente combater incêndios florestais, moradores e visitantes do distrito não viram alternativa senão apagar o fogo para evitar que a queimada se alastrasse e atingisse uma casa próxima ao foco do incêndio.

 

Gallery Araújo estava no grupo de pessoas que apagaram o fogo e informou ao T1 que os moradores realizaram mais de 10 ligações para o número de emergência do Corpo de Bombeiros. “Eles informaram apenas que estavam cientes do problema e mais nada”, disse Gallery. O grupo apagou o fogo com o auxílio de galhos. Segundo Gallery, eles tomaram a iniciativa ao perceber que o fogo ainda podia ser controlado. “O fogo vinha de cima da serra, em direção à casa de um amigo. Tomamos o cuidado e vimos que não tinha capim alto em volta”, afirmou.

 

O ponto em que o grupo apagou o foco de incêndio, por volta das 14h, é conhecido como Pedra de Pedro Paulo, na entrada do Vale do Mutum. Gallery afirmou que havia muita fumaça e que os Bombeiros informaram que “estavam apagando outros incêndios e que assim que fosse possível enviariam uma viatura. Só que não vieram”.

 

Conforme o plantonista no Sistema Integrado de Operações do Corpo de Bombeiros, sargento Lemes informou ao T1, o órgão conta hoje com apenas duas viaturas, e que estas estão desde a manhã deste sábado, 5, combatendo focos de incêndio na serra, em Taquaruçu Grande e em um setor de chácaras próximo ao Cemitério da Capital.

 

Segundo Lemes, a equipe conta com oito bombeiros para as duas viaturas de combate a incêndio florestal, com três brigadistas em cada uma. Ele disse ainda que as equipes dos Bombeiros contam com o apoio da Defesa Civil, dependendo da dimensão do  incêndio.

 

Leias mais

Bombeiros e Defesa Civil tentam conter fogo na serra que já dura três dias