Palmas, Tocantins -

Cidades


Palmas
32 visualizações

Estudantes participam de evento em referência ao Dia de Combate à Corrupção

Foram premiados os vencedores do 11º Concurso de Desenho e Redação da Controladoria-Geral da União
- Atualizada em
Aldemar Ribeiro / Governo do Tocantins

A programação alusiva ao Dia Internacional Contra a Corrupção, que ocorreu nesta segunda-feira, 9, no auditório do Instituto de Gestão Previdenciária do Tocantins (Igeprev), foi promovida pela Controladoria-Geral do Estado (CGE), juntamente com a Controladoria-Geral da União (CGU) e a Secretaria da Educação, Juventude e Esportes (Seduc).

 

A corregedora-geral do Estado, Simone Brito, na ocasião representando o secretário-chefe da CGE, Senivan Almeida de Arruda, apontou a importância da data como uma forma de sensibilizar a sociedade para que exerça a sua força por meio do controle social. “Esse movimento representa um esforço organizado de nação para o enfrentamento de uma questão que impacta diretamente no desenvolvimento social e humano”.

 

A corregedora enfatizou ainda que a data é importante para mobilizar a sociedade para que participe do planejamento, acompanhamento e monitoramento das políticas públicas. “Isso é fundamental para que o Estado cumpra o seu papel no sentido de promover o bem público”, frisou.

 

De acordo com o superintendente regional da CGU no Tocantins, Leandro da Cruz Alves, esse é um momento de reflexão que envolve a todos, órgãos públicos e cidadãos, na busca de melhores práticas que auxiliem no combate à corrupção. “Esse é um assunto recorrente no nosso país, discutido amplamente na sociedade, infelizmente é algo que impacta negativamente nas nossas vidas, na qualidade da saúde, da educação, das nossas estradas e no modo como a gente enxerga os gestores públicos. Por isso, é importante que todos percebam que combater à corrupção é dever de todos”, explicou.

 

Articulação

 

A secretária da Seduc, Adriana Aguiar, salientou a relevância da articulação entre os órgãos de controle com as escolas para a promoção da formação cidadã dos estudantes. “Além de levar o conhecimento cientifico, nós precisamos cumprir o nosso papel de formar o cidadão como um todo. O apoio da CGE e CGU em ações como esta só vem a agregar na formação global dos nossos alunos. Nosso intuito é formá-los para serem multiplicadores no combate à corrupção, disseminando essa mensagem para as famílias e outros atores para além da escola”, completou.

 

O evento contou ainda com a presença da ouvidora-geral do Estado, Juliana Gobbo de Oliveira e do coordenador do Núcleo de Ações de Ouvidoria e Prevenção à Corrupção, da Superintendência Regional da CGU no Tocantins, Éder Lucinda Pereira.  

 

Premiação

 

O destaque do evento foi a premiação de uma das estudantes vencedoras do 11º Concurso de Desenho e Redação da CGU, na categoria 1º Ano do Ensino Médio – Redação, a aluna Alana Alves Rodrigues, e a sua professora Lucidete José de Oliveira Santos, do Colégio Estadual Professor Aureliano, de Taguatinga, na região sudeste do Estado.

 

“Eu nem sabia que existia esse concurso e fiquei sabendo dele através de palestras e debates realizados na escola. Através disso, foram trabalhados temas como valores éticos e morais e assim eu me inspirei para escrever essa redação. E estou muito feliz com o resultado, espero que possa inspirar outros jovens a refletir sobre o tema da corrupção”, comentou Alana.

 

A professora Lucidete explicou que houve um grande engajamento dos alunos com o tema do Concurso. “Nós trabalhamos amplamente, em todas as turmas, os temas da cidadania, moral e ética e eles abraçaram a causa. Vários alunos participaram e foi até difícil a escolha do texto, porque eles entenderam realmente a proposta. No texto da Alana percebemos um diferencial, um texto íntegro, de si mesma e com o objetivo de atender a proposta do trabalho”, destacou.  

 

Além da premiação, o evento contou com apresentação musical dos alunos, Ítalo, Vanessa e Lucas, do Colégio Estadual São José; apresentação do vídeo “A fábula da corrupção” produzido pela CGU e Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), além de vídeo das duas vencedoras; e um juramento de combate à corrupção pela estudante, Nathália Evellin Freire do Amaral, do Centro de Ensino Médio de Taquaralto.  

 

Também estiveram presentes no evento outros alunos dos centros de Ensino Médio Castro Alves e de Taquaralto.