Palmas, Tocantins -

Cidades


Após alta hospitalar
442 visualizações

Famílias de pacientes homenageiam equipe de UTI em Palmas com faixas de agradecimento

Faixas de agradecimento foram afixadas na entrada de hospital após os pacientes se recuperarem e receberem alta
- Atualizada em
Descrição: Faixas foram deixadas por familiares de pacientes que tiveram alta da UTI Divulgação/Intensicare

As famílias de três pacientes que ficaram vários meses internados na Unidade de Terapia Intensiva da Intensicare no Hospital Oswaldo Cruz, em Palmas, homenagearam as equipes da UTI com faixas de agradecimento que foram afixadas na entrada do hospital. Os pacientes receberam alta hospitalar neste mês e após uma longa espera puderam retornar ao convívio de seus filhos, irmãos e netos.

 

A família do professor Manoel Maciel, de 54 anos, que voltou para sua casa em Paraíso do Tocantins, deixou um recado especial para os profissionais da UTI que cuidaram do paciente por nove meses: “a família Maciel agradece toda equipe Intensicare e do Hospital Oswaldo Cruz pelo cuidado e carinho com nosso irmão Manoel durante o período de internação nesta UTI”, diz a mensagem na faixa.

 

Os cinco filhos de dona Hilda Alzira de Lima, de 71 anos, que ficou três meses na UTI, também prestaram suas homenagens à equipe multiprofissional. “Intensicare, cada um de vocês provou ser um elemento valioso e indispensável nesta conquista alcançada. Nossos sinceros agradecimentos e gratidão à toda equipe. Família de Dona Hilda”.

 

Outra faixa de presente foi deixada pela família da paciente Maria Ermenizia. “A família Matos vem com alegria agradecer ao Hospital Oswaldo Cruz e à equipe Intensicare pelo carinho e dedicação com Maria Ermenizia. Obrigado!”.

 

De acordo com a psicóloga e gerente da UTI Intensicare Unidade Oswaldo Cruz, Erika Quiel, as equipes da UTI se emocionaram ao avistar as faixas. “Os profissionais da equipe chegaram para trabalhar e quando viram as faixas, agradecendo pelo trabalho realizado, que vai muito além da obrigação de suas funções, se emocionaram bastante. É uma sensação de dever cumprido, de que fizemos a diferença na vida dos pacientes de alguma forma”, conta.

 

Uma família na UTI

 

Erika Quiel explica que homenagens como essa são resultado do trabalho humanizado e acolhedor realizado pela Intensicare em todo o país. “O seu Manoel, a dona Hilda e a dona Maria Ermenizia foram pacientes que ficaram muito tempo conosco na UTI e com isso passaram a se sentir como nosso familiar, em função do atendimento humanizado que temos. A forma como nossa equipe trata os pacientes, com amor e dedicação, faz com que eles se sintam muito queridos. Esses três pacientes que receberam alta chegaram a ser desenganados em outros locais, que afirmaram que eles não conseguiriam deixar a UTI. Eles vieram para cá, foram tratados por nós, se recuperaram e agora foram para casa, para suas famílias, que ficaram muito agradecidas e resolveram homenagear as equipes da UTI com essas faixas na porta do hospital”.

 

Conforme a gerente, mesmo após deixarem a UTI, muitos pacientes e familiares retornam ao hospital para visitar a equipe que cuidou deles, levam presentes, em busca de manter o vínculo formado durante sua internação. “Toda a equipe desenvolve naturalmente uma forte conexão com os pacientes, principalmente aqueles que tem uma longa permanência na UTI. Os pacientes sempre voltam com lembranças para a equipe. Quando vamos nos despedir numa alta, por exemplo, costumamos dizer que não queremos que eles voltem para a UTI de forma alguma, que fiquem bem, que sigam com suas vidas, saudáveis e felizes, e a maioria deles nos responde que, embora não queiram voltar, se precisarem, que seja para serem novamente tratado por nós”, diz Erika.