Palmas, Tocantins -

Cidades


Gestão de Araguaína já realizou mais de 47 mil atendimentos sociais durante pandemia

Desde março, milhares de famílias araguainenses, moradores de rua e caminhoneiros vêm sendo beneficiados pelas secretarias de Assistência Social e Saúde
- Atualizada em
Marcos Sandes/Ascom

As famílias em situação de vulnerabilidade econômica, profissionais autônomos impedidos de trabalhar em virtude da pandemia do novo coronavírus, moradores de rua e caminhoneiros diagnosticados com a covid-19 já somam mais de 47.000 atendimentos realizados pelas secretarias da Assistência Social e Saúde de Araguaína.



Desde o registro dos primeiros casos do novo coronavírus em Araguaína, em março, e o início do plano de contingência para tentar conter o avanço do contágio da doença, a Prefeitura de Araguaína vem assistindo às famílias com a distribuição de cestas básicas, cestas verdes e kits higiene.



Além da assistência às famílias, a Assistência Social oferta o banho solidário aos moradores de rua. Outro atendimento, realizado por meio da Saúde, é o acolhimento aos caminhoneiros de outras localidades que sejam diagnosticados com a doença na passagem por Araguaína.



Cestas e kits higiene


Até a última terça-feira, dia 4, já haviam sido distribuídas 42.000 cestas básicas, 1.700 cestas verdes e 3.400 kits higiene. As cestas são ofertadas aos profissionais autônomos que estão impossibilitados de trabalhar em virtude da pandemia, como mototaxistas, vendedores ambulantes, garçons, churrasqueiros, feirantes, músicos, entre outros. A entrega é realizada quinzenalmente, quando cada profissional cadastrado retira duas cestas básicas.


As famílias em vulnerabilidade socioeconômica que fizeram o cadastro junto à Prefeitura também recebem as cestas básicas, mediante a visita periódica dos profissionais da Assistência Social.



Banho solidário


O banho solidário, disponibilizado em um quiosque na Praça das Bandeiras, já realizou 5.306 atendimentos que não se limitam à higiene pessoal. O serviço inclui o recebimento de vale alimentação no Restaurante Popular, máscara, roupas e kit higiene, com escova de dentes, creme dental, sabonete, papel higiênico, lâmina de barbear e absorventes íntimos.


 
Acolhimento a caminhoneiros


Criado no início do mês de maio, o espaço de isolamento social para acolhimento de caminhoneiros que testarem positivo para a covid-19 já hospedou 11 pessoas, sendo 9 caminhoneiros e dois acompanhantes, dos Estados do Pará, Maranhão, Rondônia e Santa Catarina.



O local tem quartos equipados com camas individuais, ar-condicionado e os motoristas ainda recebem um kit de higiene pessoal e alimentação durante a estadia.