Palmas, Tocantins -
Capacitação

Governo entrega certificados de panificação para reeducandas do regime semiaberto

O evento aconteceu nesta sexta-feira,20, em unidade prisional feminina de Palmas
- Atualizada em
Entrega de certificados do curso de panificação no URSA Alexandre Alves/Governo do Tocantins

O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria Estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas) em conjunto com a Secretaria Estadual de Cidadania e Justiça (Seciju), capacitou oito reeducandas da Unidade de Regime Semiaberto Feminino de Palmas (Ursa). Os certificados do curso de panificação foram entregues nessa sexta-feira, 20. O objetivo da capacitação é a ressocialização das reeducandas no mercado de trabalho e na sociedade.


Durante o curso elas aprenderam o processo de produção de pães, roscas, bolos doces, e salgados. A capacitação teve uma carga horária de 20 horas. A reeducanda, A.G.F, 34 anos, contou que está no regime aberto há dois meses, tem dois filhos e está desempregada. "Estou disposta a mudar e vejo no curso uma oportunidade de ter uma renda", disse.    


O secretário executivo da Cidadania e Justiça, Geraldo Cabral, explicou que no sistema carcerário a pena tem uma função dupla, de punir e ressocializar. “As duas devem andar juntas, então não é possível falar em reinserção social se também não forem proporcionadas medidas para que isso seja viável. Nesse sentido a gente vê com bons olhos a iniciativa do Governo do Tocantins, por meio da Setas,  de fazer essa parceria”, afirmou.    


O gestor da Setas, José Messias Araújo, falou sobre a importância da parceria entre as Pastas, que está trazendo para as reeducandas oportunidades de reinserção no mercado de trabalho. “O governo Tocantins tem se empenhado para dar oportunidades a todos que precisam. Vejo em vocês a vontade de superar e vamos nos empenhar em trazer mais cursos”, disse para as alunas durante a entrega dos certificados.  


Outra aluna que participou do curso de Panificação, foi L.A.S, e se mostrou muita grata por ter concluído a capacitação. “Foi muito gratificante, fiquei feliz em saber que virão outros cursos, principalmente o Workshop da Beleza. Sou manicure, mas não tenho o certificado. No curso quero aprender a fazer design  de sobrancelha, melhorar o que já sei, fazer com muita garra para ter o certificado e montar um salão”, afirmou. 


Inclusão Produtiva
O Programa de Inclusão Produtiva articula ações e programas que favorecem a inserção das pessoas no mundo do trabalho por meio do emprego formal, do empreendedorismo ou de empreendimentos da Economia Solidária, na área do Plano Estadual de Inclusão Produtiva.