Palmas, Tocantins -

Cidades


Covid-19
997 visualizações

Grupo denuncia que parte de Taquaruçu não aderiu a decreto e pede fiscalização

O grupo “Mulheres de Taquarussu” está coletando assinaturas na comunidade para enviar ao Ministério Público do Estado (MPE).
- Atualizada em
Reprodução

Moradores do Distrito de Taquaruçu, por meio do grupo de “Mulheres de Taquarussu”, estão coletando assinaturas na comunidade para enviar ao Ministério Público do Estado (MPE). A ação tem como objetivo cobrar da Prefeitura de Palmas mais fiscalização sobre o cumprimento das medidas adotadas pela gestão no enfrentamento à covid-19. Confira vídeo do grupo aqui.

 

Conforme uma das organizadoras do ato, Weigma Michely, pessoas que transitam na região não estariam obedecendo os decretos de distanciamento social em estabelecimentos comerciais e em espaços públicos como praças, além de não usarem máscaras, algo que foi decretado como obrigatório pelo município desde o dia 4 de maio. 

 

A Prefeitura de Palmas, em resposta ao T1, afirmou que os fiscais de posturas da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Serviços Regionais têm realizado fiscalizações diariamente em toda a Capital e que a ação é itinerante.

 

“Dessa forma, é necessário a conscientização da população e também dos comerciantes para que haja o cumprimento do Decreto Nº 1.859/2020 que continua vigente” ressaltou a gestão na nota.

 

Pedido da Comunidade

 

“Nossa cobrança é uma fiscalização efetiva por parte da prefeitura enquanto estamos preparando folders educativos para tentar sensibilizar aqueles que não aderiram ao decreto” ponderou Weigma. 

 

Ela também mencionou o número grande de ciclistas que está subindo a serra, vindo do centro de Palmas, sem o uso de máscaras.