Palmas, Tocantins -
Falta d'água

Justiça dá 30 dias para ATS regularizar abastecimento de água em Dois Irmãos

Pela decisão, água será fornecida de forma ininterrupta e o órgão deverá adotar as obras e ações necessárias à imediata adequação do sistema
- Atualizada em
População de Dois Irmãos sofre com falta d'água Divulgação

A Agência Tocantinense de Saneamento (ATS) terá 30 dias para regularizar o abastecimento de água no município de Dois Irmãos. A determinação consta de decisão liminar deferida pelo juiz da Comarca de Miranorte, Cledson José Dias Nunes, nesta segunda-feira, 9. Pela decisão, água será fornecida de forma ininterrupta e o órgão deverá adotar as obras e ações necessárias à imediata adequação do sistema, inclusive, o abastecimento por caminhões-pipa até a falta d'água ser resolvida definitivamente.

 

Ainda conforme a decisão, a ATS também deverá realizar diagnóstico detalhado do sistema de captação, reserva, desinfecção e distribuição de água do município, trabalho que deve ser feito por profissionais capacitados para avaliar a necessidade de ampliação do sistema.

 

O prefeito de Dois Irmãos decretou, no último dia 28, estado de Calamidade Pública no município. Wanilson Coelho Valadares (PV) disse que a Agência Tocantinense de Saneamento (ATS) disponibilizou dois caminhões pipas para abastecer a cidade, mas como os córregos da região secaram, está sendo impossível realizar o abastecimento de toda a cidade.

 

ATS responde

A Agência Tocantinense de Saneamento (ATS) informou, em nota ao T1 Notícias nesta terça-feira, 10, que devido à estiagem que atinge o Estado, todos os mananciais sofrem, nessa época, com a baixa produção de água, o que prejudica o abastecimento dos municípios, como é o caso de Dois Irmãos.

 

“No momento, as zonas urbana e rural do município são abastecidas com o auxílio de dois caminhões-pipa. A fim de solucionar os problemas em Dois Irmãos, foram perfurados dois Poços Tubulares Profundos (PTP), que já estão interligados à rede. Para que os PTPs entrem em operação, a ATS solicitou a ligação da energia elétrica e aguarda a chegada da bomba, o que deve ocorrer nos próximos dias”.

 

Sobre a decisão judicial, a Agência informou que ainda não foi notificada. “A ATS trabalha de forma incessante a fim de solucionar todos os problemas relacionados à falta de água nos municípios e orienta que, em caso de dúvidas ou reclamações, os consumidores liguem no SAC 0800 6464 195 ou procurem o escritório local”.