Palmas, Tocantins -
Em Palmas

Leilão Pecuária Solidária arrecadou R$ 770 mil; renda vai para Hospital de Amor

Os números oficiais do leilão serão conhecidos no dia 7 de dezembro, em Palmas, quando o leiloeiro Eduardo Gomes, idealizador e realizador do projeto, promove a prestação de contas pública.
- Atualizada em
Leiloeiro Eduardo Gomes e Henrique Prata, mantenedor do Hospital Divulgação

Balanço do 6º Leilão Pecuária Solidária realizado no último sábado, 9, em Palmas, revela que as doações atingiram R$ 770, mil em valor bruto. Os números oficiais do leilão serão conhecidos no dia 7 de dezembro, em Palmas, quando o leiloeiro Eduardo Gomes, idealizador e realizador do projeto, promove a prestação de contas pública, com participação de colaboradores, parceiros, imprensa e comunidade em geral.

 

A apresentação do balanço e dos números finais do Leilão é uma iniciativa tradicional do projeto. “A transparência é uma das marcas do Leilão Pecuária Solidária. Reunimos os envolvidos no projeto e a sociedade para, de forma pública, apresentar o balanço final e oficial”, citou.  “Até o dia 7 de dezembro o valor angariado poderá ser ampliado com a venda de algumas doações que não foi possível passar no leilão, e que poderão até lá serem comercializadas”, complementou.

 

Excepcionalmente neste ano, a renda será revertida ao Hospital de Amor do Tocantins, em construção em Palmas. Ainda de acordo com o idealizador, do total arrecadado, são descontadas as despesas e o saldo será destinado a contribuir com a construção do Hospital de Amor em Palmas, com os mesmos protocolos do Hospital de Amor de Barretos

 

Com o resultado desta edição,  o Leilão Pecuária Solidária superou a marca de mais de R$ 3 milhões arrecadados em seis edições realizadas desde 2009. Até então, antes de sábado, o projeto liderado pelo leiloeiro Eduardo Gomes havia destinado R$ 2,4 milhões para 26 entidades assistenciais de 13 municípios do Tocantins, Pará, Goiás e São Paulo.

 

Crescimento

 

Com o valor já garantido de R$ 770 mil, o sexto leilão, de sábado, superou a arrecadação de todas as outras edições. “Esta marca importante se deve à solidariedade de todos, ao apoio dos parceiros, dos colaboradores e voluntários, enfim, de todos que contribuíram com o projeto e, especialmente neste ano com a causa nobre, que é o tratamento e prevenção ao câncer”, afirmou o leiloeiro Eduardo Gomes.

 

Neste ano, a iniciativa que une a cadeia do agronegócio e de diversos segmentos da sociedade contou com o incremento do público que apoia a causa do Hospital de Amor. Presente no evento, o presidente da Fundação Pio XII, Henrique Prata, mantenedor do Hospital de Amor (antigo Hospital do Câncer, em Barretos), citou o Pecuária Solidária como “exemplo de união”. “O leilão, pela iniciativa e organização, é um exemplo de união da sociedade em prol desta causa. Iniciativas como essa engrandecem a causa, reforçam a nossa luta por concretizar a obra”, disse, em referência ao Hospital de Amor, em construção na capital do Tocantins.

 

Outro segmento que fez sua primeira participação como categoria no projeto foi do comércio varejista. Reunidos em nome da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de Palmas, comerciários da capital do Estado fizeram a doação de R$ 50 mil ao leilão. Outras doações significativas foram do cantor sertanejo Leonardo, que ofereceu o touro Nelore P.O. de três anos que, sozinho, arrecadou R$ 204 mil. Este valor foi atingido pelo fato de os compradores, após comprarem, doavam novamente para que outro colaborador pudesse compra-lo novamente e, assim, sucessivamente. Também foram destaques o mini pônei da dupla sertaneja Cesar Menotti e Fabiano, por R$ 8,4 mil  e o lance de 1,5 mil  sacas de soja, que rendeu R$ 116 mil. Outra tradicional doação, a camionete Mitsubishi L200 Triton, oferecida pela Marca Motors, revendedora da multinacional, em Palmas, foi adquirida por Alex Bahia Venâncio, pelo valor de R$ 133 mil. Após a batida do martelo a concessionária Marca Motors Mitsubishi anunciou o repasse de R$ 45 mil para o leilão. O leilão contou ainda, na abertura, com a participação do palestrante Omar Hennemann, que abordou o propósito na vida dos seres humanos.

 

Ala Pecuária Solidária

 

Responsável pelo projeto “O Agro contra o Câncer” e colaborador do Pecuária Solidária desde sua primeira edição, Rubikinho de Carvalho comentou que a implantação da unidade hospitalar em Palmas será referência para toda a região norte do país. “Atualmente, pacientes e muitas famílias precisam viajar 1,5 mil quilômetros em busca de tratamento. Com o hospital aqui em Palmas, esse sofrimento, essa dificuldade será minimizada”, disse.

 

Em homenagem e reconhecimento aos que contribuíram com o Pecuária Solidária, Rubikinho de Carvalho anunciou que o Hospital de Amor terá uma ala chamada “Pecuária Solidária” e cada doador terá seu nome numa placa no setor do prédio. “É um justo reconhecimento a quem colabora com uma ação solidária e incrível como essa”, disse.