Palmas, Tocantins -

Cidades


Prefeito de Araguatins
617 visualizações

MP oficia Aquiles da Areia após declaração sobre praias e minimização da pandemia

O prefeito de Araguatins declarou ontem, 15, que ele irá à praia e que quem quiser ir não terá impedimentos da prefeitura. O município possui decreto vigente proibindo aglomerações
- Atualizada em
Descrição: Prefeito de Araguatins, Aquiles da Areia (PP). Divulgação

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) encaminhou ofício ao prefeito de Araguatins, Aquiles da Areia (PP), nesta quarta-feira, 16, para lembrá-lo de decreto municipal que proíbe aglomerações após discurso do gestor durante lançamento de obra na cidade ontem, 15. Na ocasião, ele disse que iria à praia com ou sem pandemia e que quem quisesse ir também, não teria impedimentos por parte da prefeitura, além de afirmar que não decretaria “lockdown caramba nenhuma rapaz, quem morreu, morreu, quem escapou, escapou”.

 

No documento, o Ministério Público afirma que recordou o gestor da existência de decreto municipal que veda a realização de aglomerações, como forma de prevenir o contágio da Covid-19 com validade até o dia 30 de junho.

 

A vice-prefeita de Araguatins, Elizabete Rocha (PSD), se manifestou contra a declaração de Aquiles da Areia e lamentou o posicionamento. “Uma declaração como essa é muito triste. A falta de sensibilidade e cuidado com as famílias que perderam seus entes queridos é estarrecedora. Não se trata apenas de fazer ou não o lockdown. Trata-se de cuidar do povo araguatinense, de fiscalizar o cumprimento do Decreto, de amparar as pessoas que não estão conseguindo trabalhar. Trata-se, sobretudo, de investir mais em saúde, leitos, remédios, médicos, salários em dia. Trata-se de não abandonar o povo à própria sorte, fazendo escolhas que poderão levá-los a morte”, postou Elizabete em sua página do Facebook.

 

O Promotor de Justiça Décio Gueirado ressalta ao prefeito de Araguatins que a liberação da praia para os usuários incentivará a frequência do público e, consequentemente, ferirá a própria norma da municipalidade.

 

Diante da proximidade do fim da validade do decreto, o MPTO estuda a possibilidade de expedir nova recomendação ao município, para que as medidas sejam prorrogadas. O prazo para que o município responda o ofício é de dois dias.

 

Entenda

 

O prefeito de Araguatins, Aquiles da Areia, declarou ontem, 15, durante lançamento de obra de pavimentação asfáltica na cidade, insatisfação com cobranças de medidas sanitárias para conter o avanço da Covid-19 na cidade, afirmando que “toda hora chega uma cobrança: 'prefeito baixa lockdown'. Eu vou baixar lockdown caramba nenhuma rapaz, quem quiser que vá (à praia), quem morreu, morreu, quem escapou, escapou. Vamos pra cima meus amigos”.

 

“Quem quiser todo mundo aqui é de maior, quem quiser ir pra praia que vá, quem quiser ficar que fique. Eu particularmente vou para uma prainha que eu nasci foi na beira, tenho 60 anos de beira de Araguaia, por que que eu não vou?”, disse o gestor também durante seu discurso, gravado por moradores.