Palmas, Tocantins -
Após boatos de rompimento

MP vai pedir instalação de sistema de alerta na barragem de Lajeado

Segundo a Investco usina de Lajeado mantém instalados todos os instrumentos necessários ao monitoramento da mesma, bem como uma equipe técnica de segurança, que mantém contato diário com a Defesa Civi
- Atualizada em
Da web

Após um boato de rompimento da barragem de Lajeado, que assustou moradores de Miracema e Tocantínia, o Ministério Público do Tocantins (MPTO) estuda a possibilidade de exigir da Investco, companhia responsável pela operacionalização da Usina Luís Eduardo Magalhães, a instalação de um sistema de alerta, bem como a estruturação de um plano de evacuação para o caso de rompimento ou outra falha estrutural na barragem. 

 

Segundo a Investco, a usina de Lajeado mantém instalados todos os instrumentos necessários ao monitoramento da mesma, bem como uma equipe técnica de segurança, que mantém contato diário com a Defesa Civil, órgão responsável por alertar à comunidade em caso de alguma intercorrência. 

 

A Companhia informou ainda que a usina foi inspecionada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em março deste ano, e que não foram encontradas anormalidade na estrutura. 

 

Uma reunião foi agendada para o próximo dia 08 de julho, onde serão convocados representantes da Investco e da Defesa Civil do Estado para discutir as medidas a serem efetivadas e os fatos ocorridos na madrugada desta segunda-feira, 24, quando boatos sobre abalo estrutural da Usina de Lajeado deixaram moradores em pânico.