Palmas, Tocantins -

Cidades


Saúde pública
552 visualizações

Orçada em mais de R$ 1,5 milhão, Cinthia inaugura UPA no setor Sul de Palmas

A nova UPA funcionará das 7 às 19 horas e vai acolher os casos de urgência e emergência
- Atualizada em
Raiza Milhomem/Prefeitura de Palmas

A Prefeitura de Palmas inaugurou no final da tarde desta segunda-feira, 25, uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no Setor Sul, próximo à Avenida Tocantins, em Taquaralto. Com recursos próprios da ordem de R$ 1.543.187,31, a nova UPA foi entregue pela prefeita Cinthia Ribeiro.

 

Acompanhada do secretário municipal de saúde, Thiago de Paulo Marconi, de gestores de outras pastas da Administração, vereadores, servidores da saúde e população em geral, a prefeita falou sobre os desafios impostos pela pandemia da Covid-19 e ressaltou o trabalho de todos, em especial dos servidores da saúde, que “não arredaram o pé” no enfrentamento da Covid-19.

 

Estrutura

 

Orçada em R$ 1.543.187,31, sendo R$ 823.425,57 da reforma e ampliação do espaço físico e R$ 719.761,74 da rede de tubulações de gases medicinais e instalação da usina (a ser executada até o final de 2021), a nova unidade teve sua estrutura ampliada e adequada. Recebeu, ainda, sala de raio x, necrotério, repouso para plantonistas, área de ambulância, sala de estabilização, salas de observação, postos de enfermagem, farmácia satélite e almoxarifado.

 

A construção é um trabalho da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seisp) e recebeu a setorização das funções de acolhimento, consultas, tratamento, observação e ampliação dos demais setores de apoio dentro do edifício já existente, dentre outras melhorias estruturais.

 

A nova UPA funcionará das 7 às 19 horas. A estrutura conta com 13 leitos de observação e dois leitos de estabilização. A unidade vai acolher os casos de urgência e emergência, e as demais UPAs, a Sul e a Norte, continuam a atender urgências e emergências. 

 

A Secretaria Municipal da Saúde de Palmas (Semus) informa que o serviço de emergência considera condições que impliquem sofrimento intenso ou risco iminente de morte exigindo, portanto, tratamento médico imediato. Já a urgência é uma condição imprevista com ou sem risco potencial à vida, onde o indivíduo necessita de assistência médica imediata.

 

Anteriormente, no local, funcionava a Unidade de Saúde da Família (USF) José Hermes Damaso, que foi transferida para um prédio em frente.