Palmas, Tocantins -

Cidades


Boletim Municipal
299 visualizações

Palmas confirma 143 novos casos de covid-19; taxa de ocupação hospitalar é de 45,2%

De acordo com o boletim epidemiológico desta terça-feira, 22, dos 143 casos, 77 são mulheres e 66 são homens. O informativo traz também a confirmação de oito óbitos na capital.
- Atualizada em
Divulgação

O Boletim epidemiológico nº 187, desta terça feira, 22, registra 143 novos casos, sendo 77 mulheres e 66 homens, com 141 pacientes em isolamento domiciliar e dois hospitalizados. O informativo traz também a confirmação de oito óbitos na capital ocasionados por complicações decorrentes da Covid-19. Todos os óbitos registrados estavam em investigação epidemiológica desde o dia 11 de setembro.

 

Já em relação a taxa de ocupação hospitalar, houve redução quando comparada nos últimos boletins da capital, que é de 45,2%. A vigilância epidemiológica de Palmas informa que após 191 dias de resposta, até as 12 horas do dia 22 de setembro de 2020, totaliza 63.030 notificações para síndrome gripal (SG), onde estão incluídos também os casos suspeitos para Covid-19, sendo: 18.961 descartados e 15.385 casos confirmados (números acumulados) para a doença.

 

Internações

 

Em Palmas, 126 pessoas estão internadas por causas ligadas ao cornavírus. Desse número, 76 (60,3%) são residentes de Palmas e 50 (39,7%) são moradores de outras cidades/estados.

 

Os leitos clínicos públicos e privados estão com taxa de ocupação de 37,7%. Já os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) têm a taxa de ocupação de 55,0%. Sobre os leitos de estabilização das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), o boletim aponta que a taxa de ocupação é de 8,8% na UPA Norte e de os leitos da UPA Sul são 28,6%, até o fechamento do informativo.

 

Testes

 

Do total de testes realizados, o boletim mostra que o laboratório municipal de Palmas testou 333 pacientes (80 confirmados), o laboratório central do Estado (Lacen-TO) fez 72 testes (30 positivos) e a rede privada e as farmácias testaram 64 pacientes (33 positivos).

 

Óbitos

 

Todos os óbitos registrados estavam em investigação epidemiológica. Um caso ocorreu no dia 11 de setembro, dois outros no dia 12 de setembro, um no dia 18 de setembro, três no dia 19 de setembro e um óbito no dia 20 deste mês.

 

Cabe destacar que, a investigação epidemiológica analisa a causa de cada morte para emitir a certidão de óbito e registrar no banco de dados da capital, por meio de laudo e exames médicos de sangue e imagem detalhados para confirmar, de fato, se esses pacientes vieram a falecer em decorrência da Covid-19, além de confirmá-los como residentes de Palmas. Com os novos casos, o município chega a 142 mortes. A taxa de letalidade está em 0,93%.

 

As vítimas tinham 32, 37, 58, 59, 67, 70, 71, e 83 anos. O paciente de 67 anos era homem portador de leucemia. Segundo o boletim, dois óbitos ocorreram no dia 12 deste mês, um de um paciente homem de 58 anos e diabético. O outro de 32 anos não possuía nenhuma comorbidade relatada. 

 

No dia 18, a paciente era uma mulher de 37 anos, portadora de doença imunossupressora. Os óbitos das vítimas do dia 19 ocorreram em uma mulher de 71 anos, hipertensa e cardiopata, um homem de 83 anos, acamado e portador de de câncer de próstata e outro homem de 59 anos, hipertenso e diabético. O último óbito registrado deste boletim ocorreu no dia 20, de uma mulher de 70 anos que era diabética.