Palmas, Tocantins -
Indicadores

Pesquisa avaliará a qualidade da Educação Infantil na rede municipal de Palmas

Aplicação da pesquisa é uma recomendação do MEC, por meio da Secretaria de Educação Básica e do Unicef, e deve ser aplicada de dois em dois anos em creches e pré escolas.
- Atualizada em
Semed Palmas - Divulgação

Com o objetivo de avaliar a qualidade da Educação Infantil nas escolas da rede municipal de ensino, a Secretaria Municipal de Educação implementa o programa de Avaliação dos Indicadores na Educação Infantil. Coordenado pela Diretoria de Educação Infantil (DMEI), o programa pretende fazer um amplo diagnóstico da realidade de cada Centro de Educação Infantil, nos aspectos estruturais, pedagógicos, sociais e de pessoal.

 

 

O Conselho Municipal de Educação participa da pesquisa no exercício da função mobilizadora, fiscalizadora e de controle social. A pesquisa será aplicada durante o mês de agosto em todas as instituições públicas de Educação Infantil de Palmas.

 

 

Para tanto, serão utilizados os indicadores de qualidade, uma metodologia de auto avaliação escolar que estimula a gestão democrática, envolvendo diferentes agentes das instituições educativas, professores, gestores, funcionários, família e representantes de organizações locais.

 

 

A auto avaliação engloba sete dimensões, que são planejamento institucional; multiplicidade de experiências e linguagens; interações, promoção à saúde, espaços, materiais e mobiliário; formação e condições de trabalho dos professores e demais profissionais; e cooperação e troca com as famílias e participação na rede de proteção social.

 

 

Estes indicadores foram elaborados coletivamente em 2009 pelo Ministério da Educação, União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undine) e representantes da sociedade civil (Fundação Orsa e Ação Educativa).

 

 

Uma vez aplicados, será possível identificar prioridades de acordo com a realidade apresentada, estabelecer planos de ação visando melhorias a partir do diagnóstico construído coletivamente para os indicadores que receberam a cor vermelha, monitorar a implementação das ações a partir dos resultados apresentados e apresentar propostas às políticas públicas em educação.

 

 

Responsável na Semed por conduzir o processo, a orientadora educacional, Edileuza de Castro Pereira Dutra explica que as informações levantadas irão embasar um Termo de Compromisso Municipal visando melhorias na qualidade da educação infantil palmense.

 

 

“Além de ser uma recomendação do MEC, esta pesquisa consta como meta estratégica no Plano Municipal de Educação, que também acompanha o quadro de pessoal, as condições de trabalho e de gestão, os recursos pedagógicos, a situação de acessibilidade, entre outros indicadores relevantes”, disse, salientando que “a participação da comunidade escolar é essencial tanto para a avaliação como para construção do Plano de Melhorias”.

 

 

A aplicação da pesquisa é uma recomendação do MEC, por meio da Secretaria de Educação Básica e do Unicef, e deve ser aplicada de dois em dois anos em creches e pré escolas.