Palmas, Tocantins -

Cidades


Saúde
1.070 visualizações

Prefeitura contrata instituição de gestão administrativa para melhorar serviços

Anúncio da contratação foi feito nesta quinta-feira, 08, pelo Secretário de Saúde, Nicolau Esteves, que afirmou que Semus será prioridade no projeto de melhoria de gestão
- Atualizada em
Descrição: Secretário anuncia gestão terceirizada Ascom

Com o foco na melhoria da gestão e na eficiência dos serviços públicos oferecidos para a população da Capital, o secretário de Saúde de Palmas, Nicolau Esteves, anunciou hoje a contratação por parte da Prefeitura de Palmas do Instituto Aquila, uma das mais bem conceituadas instituições de gestão administrativa do mundo. O Instituto Aquila será responsável pela implantação de um novo programa de gestão pública na Prefeitura de Palmas, que terá o objetivo de melhorar a qualidade dos serviços prestados, aumentar a agilidade no atendimento e a eficiência da administração.

O Instituto Aquila é o mesmo que foi usado nas administrações públicas que se tornaram modelo de gestão no país, que foram nos governos de Minas Gerais, quando o senador Aécio Neves (PSDB) era governador daquele estado, e em Pernambuco, sob a administração do governador Eduardo Campos (PSB). Pela intenção do prefeito Carlos Amastha e iniciativa do secretário Nicolau Esteves, o projeto começará a ser implantado pela secretaria de Saúde do Município. “Com essa parceria, queremos capacitar ainda mais nossos servidores e dar a eles ferramentas para que possamos oferecer um trabalho de alta qualidade para a população. Nosso foco é melhorar o serviço da saúde de Palmas para que o cidadão palmense seja bem atendido e tenha uma melhor qualidade de vida”, disse Nicolau Esteves.

Além dos projetos bem sucedidos desenvolvidos nos governos de Minas Gerais e Pernambuco, o Instituto Aquila também já criou sistemas eficientes de gestão pública para o Estado do Rio de Janeiro e no Distrito Federal. Hoje o Instituto Aquila atua em 14 países do mundo. “Nossa prioridade é a qualidade máxima dos serviços e com foco no resultado”, disse um dos diretores do Instituto Aquila, Raimundo Godoi.