Palmas, Tocantins -

Cidades


Decreto
727 visualizações

Prefeitura de Palmas não prorroga decreto e comércio volta ao horário convencional

O documento perdeu a validade às 23h59 desta quinta-feira, 10. A partir de hoje, 11, estabelecimentos podem retomar os atendimentos nos horários habituais
- Atualizada em
Thiago Sá/Governo do TO

A Prefeitura de Palmas não prorrogou o decreto que restringia os horários de funcionamento do comércio na capital. Com isso, o documento perdeu a validade às 23h59 desta quinta-feira, 10. A partir de hoje, 11, estabelecimentos podem retomar os atendimentos nos horários habituais.

 

O município ainda não informou o motivo da postura. Mas, orientou que qualquer mudança ou prorrogação do decreto será publicada no Diário Oficial da Prefeitura. A ordem havia sido  prorrogada por três vezes .

 

A prescrição proibia atividades não essenciais de funcionar entre 20h e 5h. Para os supermercados, o horário limite de funcionamento era às 22h.

 

A medida foi alvo de críticas de associações que representam empresários de áreas como bares, restaurantes e algumas categorias do varejo.

 

Entenda

 

O decreto começou a valer no dia 13 de julho e terminaria no dia 27, mas o município resolveu prorrogar até o dia 6 de agosto. Depois, houve nova prorrogação para o dia 31 de agosto e mais uma até o dia 10 de setembro.

 

Apesar das restrições, os números da pandemia cresceram e fizeram a capital ser a cidade mais afetada pelo coronavírus no estado.

Notícias sobre:

palmas decreto coronavírus medidas