Palmas, Tocantins -

Cidades


Em Brasília
48 visualizações

Primeira equipe feminina de canoagem de Palmas participará Campeonato de Brasileiro

O evento ocorrerá de 30 de agosto a 1º de setembro, em Brasília.
- Atualizada em
Edu Fortes

Equipe feminina de canoagem de Palmas participa, pela primeira vez, de Campeonato Brasileiro de Canoagem em Brasília, de 30 de agosto a 1º de setembro, com três atletas da Escola de Tempo Integral Almirante Tamadaré, com parceria da Prefeitura de Palmas e a Marinha do Brasil.

 

 

A equipe é formada pelas alunas Jennyffer Rayelle, 14 anos, Geovana Letícia, 13 anos e Bruna Souza 12 anos, que participam nas categorias Cadete, Menor e Infantil, respectivamente, todas sob a orientação técnica do professor Raul Tamayo.

 

 

A mais experiente da equipe, com quatro anos dedicados ao esporte, sendo primeiro no caiaque e agora canoagem, Jennyfffer Rayelle participará na categoria Cadete, e já se destacou em vários campeonatos brasileiros em Curitiba e no Sul Americano no Uruguai. Jennyffer agora espera conquistar mais uma medalha. “Pratico esporte com água há quatro anos quando iniciou o projeto na minha escola, nos primeiros anos me dediquei ao caiaque e agora faço canoagem”, disse, ressaltando que foi selecionada pelo treinador e que está feliz e focada no treinamento.

 

 

“Se eu ganhar uma medalha no Brasileiro poderei ir para o Sul Americano com o apoio da bolsa atleta oferecida de pela Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa)”, disse Jennyffer confiante.

 

 

Na categoria Menor Geovana Letícia destaca que sempre gostou de esportes e depois da criação do projeto de canoagem na escola aumentou a paixão tanto pela própria canoagem como pelo caiaque.  “Eu quero pelo menos tentar uma medalha, e mesmo que não seja possível dessa vez, ainda terei certeza que treinei e foquei nesse objetivo”, relatou, reafirmando que espera que seja a primeira de muitas outras competições.

 

 

Já Bruna Souza, a mais nova da turma competirá na categoria infantil, mas com a mesma empolgação das outras atletas comemora o fato do projeto ter sido criado na escola em que estuda. “Eu gosto muito de água, tenho prática em natação e quero seguir carreira na Marinha. Hoje treino cerca de quatro horas por dia, e se eu ganhar alguma medalha dedicarei à minha família”, afirmou.

 

 

“Meu coração está a mil por hora, ansiedade total, mas quando chegar o momento da prova estarei focada e pronta para fazer valer todo o treinamento que tive”, completou Bruna.

 

 

O treinador Raul Tamayo, que desenvolveu o projeto de canoagem na escola explica que as atletas treinam pela manhã e à tarde, intercalando parte física, com corrida e força e treino de água e técnica, divididos no Parque Cesamar e na Marinha.

 

 

Para essa competição, destaca Tamayo, a equipe conta com o apoio da Prefeitura de Palmas com as passagens e da Marinha do Brasil com hospedagem e alimentação. “Acreditamos que esse ano, conseguiremos medalha, mas queremos mais que isso, desejamos destacar o esporte na Capital, principalmente agora que a modalidade canoagem de velocidade, será introduzida nos Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio, no Japão”, concluiu dizendo que, apesar dos apoios recebidos,  ainda existe dificuldades no transporte das atletas para as áreas de treinamento.