Palmas, Tocantins -

Cidades


Palmas
1.279 visualizações

Sefin nega atraso em pagamento de empresa de limpeza e clima ruim com servidores

Nota do Café On Line apontava clima ruim entre servidores e paralisação dos serviços de limpeza. Secretário nega e diz que quem atrasa é empresa com seus funcionários
- Atualizada em

A secretaria de Finanças do Município, através do seu titular, Cláudio Schuller encaminhou nota ao Portal T1 Notícias para discordar do teor de nota publicada no dia 20, na coluna Café On Line, intitulada “clima ruim”.

 

Segundo informa o secretário, não há atraso no pagamento da empresa responsável pela limpeza da Sefin. O atraso seria por parte da empresa com seus funcionários.

 

O secretário negou ainda que exista um clima ruim na secretaria provocado pelo tratamento que tem dispensado aos colaboradores.

 

Veja nota abaixo:

 

Não há atraso no pagamento da empresa Silvanete Almeida de Aguiar, que presta serviços de limpeza à Secretaria Municipal de Finanças. Conforme Contrato em anexo, cláusula 5.7 do contrato nº 236/2011, o pagamento deverá ocorrer em até 30 (trinta) dias após a entrada e aferição da nota fiscal junto à SEFIN. O mês de janeiro foi pago dentro do prazo e, o mês de fevereiro, a nota fiscal da empresa foi emitida e dada entrada em 07.03 tendo a Secretaria até 05.04 (30 dias após) para efetuar o pagamento, já estando na programação financeira. Convém informar que, no mês de janeiro, a empresa foi notificada por falhas na execução dos serviços. A secretaria recebeu notificação de uma funcionária da empresa, informando que os salários dos funcionários da empresa Silvanete Almeida de Aguiar estariam atrasados. Assim, fica evidente que o pagamento por parte da SEFIN está no prazo, porém, a empresa atrasou os salários dos seus funcionários, o que nada tem haver com o vínculo entre a Prefeitura e a empresa. Informa ainda que a Secretaria não recebeu nenhuma notificação da empresa sobre possível paralisação dos serviços.

 

Sobre o pedido de exoneração do superintendente da Contadoria Geral do Município, o secretário de Finanças recebeu ofício em 18.03.13, pedindo exoneração do cargo, alegando prejuízo constante no processo de evolução profissional no órgão de origem. Ressalta-se que o referido servidor é do quadro efetivo do Governo do Estado do Tocantins. No mesmo ofício o servidor agradeceu por ter sido agraciado por esta Secretaria com a nomeação do Cargo de Superintendente, sendo que, na gestão passada, o cargo deste servidor era de Diretor.

 

Sobre o "clima ruim" dentro da Secretaria tem a informar que nenhuma reclamação foi recebida até o momento e, ao contrário, foram feitas diversas reuniões do secretário com os servidores, tendo recebido diversos elogios quanto ao atendimento, educação e acessibilidade. O que está acontecendo é que todos os servidores estão sendo cobrados quanto à produção e resultado do serviço, com o intuito de melhorar, assim, o atendimento e prestação dos serviços ao cidadão.

 

Atenciosamente,

 

Cláudio Schuller

 

Reclamação confirmada

 

As reclamações quanto ao comportamento do secretário no trato com seus colaboradores – que deram origem à nota - foram feitas por servidores de dentro da secretaria os quais preferem não ser identificados temendo retaliações.