Palmas, Tocantins -

Cidades


Em Miracema
3.089 visualizações

Seleção para empresa dentro da prefeitura de Miracema gera reclamações

Moradores relataram que o ex-prefeito, Rainel Barbosa, estaria indicando os currículos. Ele negou qualquer participação nas seleções.
- Atualizada em
Descrição: Rainel Barbosa, ex-prefeito de Miracema T1 Notícias

O Portal T1 Notícias recebeu relatos de moradores de Miracema que apontaram a utilização do prédio da Prefeitura por parte de uma empresa privada. Conforme os relatos, a empresa que irá fazer a obra de um “linhão” no município estaria funcionando dentro do prédio da Prefeitura.

 

Os moradores questionam a situação, pontuando que “não tem condição de um escritório de uma empresa ser na Prefeitura se lá tem muita casa pra alugar”.

 

Outra informação é de que Rainel Barbosa, ex-prefeito e marido da atual prefeita de Miracema, Magda Borba, estaria manipulando a entrega de currículos e indicando pessoas para serem contratadas pela empresa.

 

Ex-prefeito nega interferência em seleção

O T1 procurou o ex-prefeito. Questionado, ele disse que não trabalha na Prefeitura e não possui nenhuma empresa, mas confirmou que a empresa que vai fazer a obra seleciona e cadastra as pessoas utilizando um espaço dentro da Prefeitura.

 

“A empresa precisa de um suporte. A Prefeitura cedeu o espaço para eles trabalharem”, defendeu. Rainel argumentou que empresa pediu um espaço porque o canteiro de obras ainda não foi montado.

 

Segundo ele, o espaço não é utilizado todos os dias. “Eles anunciam antes que irão cadastrar as pessoas e aí os interessados vão para cadastrar os currículos, mas são eles que fazem esse trabalho”, afirmou negando ter qualquer relação com o processo seletivo dos currículos.

 

Ainda de acordo com ele, se trata de “apoio e parceria” com a empresa. “Para empregar o povo de Miracema, principalmente”, alegou. O ex-prefeito disse que a empresa começou a fazer os cadastros há pelo menos 15 dias e argumentou: “a única coisa que a Prefeitura fez, e eu acho que não é crime nenhum, foi conseguir umas cadeiras e colocar para o pessoal sentar no corredor. Qualquer prefeito faria isso. Quem não quer uma empresa no município?”

 

O ex-prefeito disse não saber quanto tempo irá durar a obra. O T1 ainda o questionou se a empresa não poderia alugar um local. Rainel respondeu que “só demos um apoio, é a mesma coisa que baixar um imposto. O que a gente puder fazer para que uma empresa se aproxime da gente... e não utiliza espaço público, é só um apoio. E isso é coisa de momento e não tem custo nenhum para a Prefeitura. Vem um pessoal de fora fazer a análise dos currículos”, concluiu.

 

Prefeitura também alega apoio à empresa

Por meio de nota, a Prefeitura de Miracema informou que a empresa responsável pela obra do linhão é a Abengoa. Conforme a nota, a empresa "solicitou à Prefeitura a utilização do espaço para seleção curricular dos trabalhadores devido à falta de um local apropriado com disponibilidade estrutural para acolher a demanda".

 

Sobre a seleção curricular, a Prefeitura disse que não faz nenhum tipo de seleção. "A prefeitura informa que todo o processo seletivo é realizado pela empresa e que não tem participação alguma na seleção dos trabalhadores e que a Abengoa não está trabalhando diretamente para a prefeitura e sim para o Governo Federal."

 

A Prefeitura disse ainda que "está viabilizando apoio logístico na intenção de promover emprego e renda na cidade por meio da seleção dos trabalhadores do município que é realizado pela multinacional".