Palmas, Tocantins -
Homicídio qualificado por motivo fútil
1.705 visualizações

Suspeito de matar jovem em Tocantinópolis é preso; homem debochou da vítima nas redes

Conforme a polícia, o suspeito teria atacado Adriano durante uma discussão verbal entre a vítima e uma terceira pessoa, sem ter qualquer relação com a desavença
- Atualizada em
Suspeito fez selfies após fugir e debochou da vítima nas redes sociais Divulgação/SSP

Domingos Vieira da Silva, de 21 anos, foi preso ontem, 9, por policiais civis da Delegacia Regional de Tocantinópolis, por homicídio qualificado por motivo fútil, cometido contra Adriano Gomes Nogueira, de 29 anos, no último domingo, 8, após uma briga.

 

Conforme a polícia, o suspeito teria atacado Adriano durante uma discussão verbal entre a vítima e uma terceira pessoa, sem ter qualquer relação com a desavença. Domingos teria avançado contra a vítima e desferido dois golpes de punhal no peito de Adriano, que morreu no local, antes mesmo de ser socorrido.

 

Segundo informações do delegado Tiago Daniel de Moraes, durante a madrugada, pelo Facebook, Domingo deixou uma mensagem à vítima, dizendo: "Vai em paz, mlk", debochando do falecimento de Adriano. Pela manhã, Domingos ainda teria ameaçado matar sua namorada pelo WhatsApp e informado à própria família que não se entregaria à polícia.

 

Domingos foi preso em uma casa abandonada, no Setor Alto da Boa Vista 2 e não reagiu à prisão. Durante o tempo que ficou escondido na residência, Domingos fez várias selfies com seu celular, “demonstrando total indiferença e falta de compaixão, sorrindo e fazendo gestos obscenos”, informou a polícia.

 

Em seu depoimento, o suspeito alegou que apenas se defendeu de uma suposta agressão por parte da vítima, o que foi descartado pelas investigações, “uma vez que foi o autor quem começou a agredir a vítima, sem motivo aparente”, pontuou a polícia.