Palmas, Tocantins -
Lançamento em Palmas
2.396 visualizações

Trans, DJ e digital influencer do TO, Lana Almeida lança 1º videoclipe neste sábado

A digital influencer, que agora também é cantora, tem uma lista grandes de personalidades que a acompanham, inclusive nomes importantes no meio LGBT como a cantora Pabllo Vittar
- Atualizada em

Com quase 217 mil seguidores no Instagram e mais de 245 mil inscritos em seu canal no Youtube, a digital influencer, DJ e artista, Lana Almeida lança seu primeiro videoclipe da música 'Vai Sentando', em uma festa no Lanterna Lounge Bar, em Palmas, neste sábado, 9. Transsexual nascida no Tocantins, a jovem de 20 anos começou na internet participando de grupos no Facebook, até descobrir o Lana Del Ray Vevo. No espaço, um dos mais populares na internet, ela se tornou um ícone, sendo conhecida como a Rainha do LDRV. 

 

Para Lana, o lançamento celebra não só o início de sua carreira musical, mas uma oportunidade de mudar de vida. "Estou muito focada nesse lado artístico, até mesmo porque venho da prostituição há muito tempo e a gente tem que evoluir. Quero largar as ruas porque essa profissão é muito arriscada e eu quero continuar vivendo minha vida artística e espero muito que as coisas deem certo e eu nunca mais precise me prostituir". 

 

O videoclipe, que foi gravado em São Paulo em um dia, foi produzido e dirigido por Gabriel Pedrozo e contou com a ajuda e parceria, em uma verdadeira força tarefa, de amigos de Lana, celebridades e seguidores da artista que queriam fazer o vídeo acontecer. Participam do clipe a modelo Ellen Milgrau, Bianca DellFancy e Cece Grace. 

 

"’Vai Sentando’ é minha segunda música. Eu iria gravar em São Paulo, mas uma outra pessoa que iria me ajudar não deu certo e acabou atrasando as coisas. Estava em São Paulo e não queria voltar sem gravar porque lá tudo é mais fácil. Como não tinha orçamento para isso, consegui tudo através de parcerias. Foi muito bom porque consegui parcerias de roupas, muitos amigos para participar, inclusive meus seguidores. Todo mundo topou, consegui a produção inteira. Deu certo, o clipe está lindo, a produção tá fo.. e vai ser muito legal", conta animada. 

 

A digital influencer, que agora também é cantora, tem uma lista grandes de personalidades que a acompanham, inclusive nomes importantes no meio LGBT como a cantora Pabllo Vittar, Kaya Conky e Gloria Groove. "Converso com a Pabllo no direct, para mim é uma honra. Ela me conhece, me segue, comenta minhas coisas e é realmente uma honra. Me sinto muito feliz por esse reconhecimento, até mesmo porque ela é um ícone no LGBT e abriu as portas para todo mundo e isso é muito bom. Ela realmente dá visibilidade para a gente". 

 

O lançamento oficial do clipe ganha uma festa em uma das casas mais queridas pela artista, o Lanterna Lounge Bar, em Palmas. Com a parceria do empresário e dono do espaço Douglas Correia, Lana lança seu videoclipe no espaço em que foi acolhida e onde já discotecou várias vezes. 

 

"Vou fazer o lançamento na festa do Lanterna. Eu já tinha sido convidada para tocar na festa que vai ter neste dia e ai eu juntei as duas coisas e falei: 'Porque não lançar o clipe e fazer a festa de lançamento?'. Uma parceria que tenho com o Douglas, um amigo de muito tempo, tenho uma amizade muito grande com ele, uma pessoa que sempre me ajudou. Temos uma afinidade boa, ele vem aqui em casa, ele gosta de gatos, traz ração pros gatos, somos muito próximos, considero ele um paizão. Ele me apoiou e me ajuda sempre".  

 

Empolgadíssima para ganhar o Brasil e divulgar seu trabalho, Lana pretende se mudar em breve para São Paulo e buscar na capital paulista novas oportunidades. Preparada para a luta, a artista acredita que o preconceito contra LGBT's não será um fator limitador perante a persistência e força de vontade de buscar seu caminho.

 

"O preconceito a gente precisa transformar em respeito, a gente não faz mal a ninguém. Os trans, gays, bi, sofrem muito, começando com a família que não aceita. Quero que as pessoas mudem, amem o próximo, porque a gente sofre muito. Não é vitimismo, afinal, quantas pessoas morrem? Quantas trans morrem na rua? Porque a rua é a forma de ganhar dinheiro. Porque emprego ninguém acha. Mas é desse jeito. Espero muito que o Brasil mude. Enquanto isso nós não vamos abaixar a voz, vamos continuar lutando, pelo nossos direitos. Vai ter trans artista sim!", finaliza. 

 

A música 'Vai Sentando' está disponível nos canais de streaming e após o lançamento o vídeo poderá ser visto no Youtube, na canal de Lana

 

(Com informações de Cênicas Comunicação)