Palmas, Tocantins -
Redação

Redação


Colunista do editorial Curtas

Imunização

Campanha contra pólio e sarampo alcança média de 94% no Tocantins

- Atualizada em
Nielcem Fernandes

O último caso registrado de sarampo no Tocantins foi em 1999 e de poliomielite, conhecida também como paralisia infantil, foi em 1989. De lá para cá graças ao trabalho de imunização, nenhum novo caso foi registrado. As vacinas estão disponíveis no calendário vacinal de rotina, isso quer dizer que todas as crianças de 3, 4 e 6 meses devem ser imunizadas contra Pólio, com um ano idade contra Sarampo além dos reforços de cada uma delas. A campanha contra Pólio e Sarampo que se encerra nesta sexta-feira, 14, foi lançada no mês passado e foi importante por conta da volta da circulação do Sarampo no território brasileiro e a ameaça da Poliomielite. No entanto a campanha que inclui o reforço da dose acontece de quatro em quatro anos e já estava prevista. A enfermeira do setor de imunização da Secretaria de Estado da Saúde, Greicy Rivello, informou que até esta sexta-feira, 14, dados preliminares indicaram que a média da cobertura vacinal estava em 94,01%para Poliomielite e 93,41% para o Sarampo. Cerca de 6.500 crianças ainda não tomaram as vacinas contra as duas doenças. Mesmo com o encerramento da campanha nesta sexta-feira, 14, as vacinas seguem disponíveis em todas as salas de vacina do Estado conforme calendário de rotina. “A meta do estado é imunizar 99.049 crianças, até o momento foram vacinadas para a poliomielite 93.112 e para o sarampo 92.526 crianças na faixa etária de maior de 01 ano menor de 05 anos. Diariamente fazemos monitoramento com os municípios dos 139 faltam 50 para alcançar a cobertura preconizada de 95%”, informou.